10 coisas gr√°tis para fazer em Madrid ūüźĽūüá™ūüáł

  • 13.12.2022 16:15
  • Bruno A.

Mais um miniguia com pontos tur√≠sticos que poder√°s visitar de gra√ßa, desta feita para a capital de ‚Äúnuestros hermanos‚ÄĚ. Descobre j√° quais as 10 melhores coisas gr√°tis para fazer em Madrid.

Queres receber notifica√ß√Ķes acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Capital do pa√≠s de ‚Äúnuestros hermanos‚ÄĚ, √© f√°cil esquecermo-nos da gigante e glamorosa Madrid quando discutimos as grandes cidades europeias. Ao passo que a aten√ß√£o de uns se vira para Roma ou Londres, e a de outros para Paris ou Barcelona, Madrid ali permanece. Im√≥vel. Simp√°tica. Como aquele amigo com quem andamos constantemente a adiar o caf√© porque sabemos que, mais cedo ou mais, havemos de nos encontrar e repetir o discurso.

No entanto, e provavelmente devido √† proximidade e aparente familiaridade, Madrid raramente est√° no topo da lista de sonhos ou prioridades. No entanto, a verdade √© que, por mais subvalorizada que seja, esta metr√≥pole de mais de 3 milh√Ķes de pessoas ‚Äď e ponto de encontro e acolhimento de centenas de milhares de imigrantes de na√ß√Ķes latino-americanas ‚Äď tem muito para oferecer!

Desde os seus fabulosos parques às requintadas artérias comerciais, com várias pracetas, mercados e até museus pelo meio, convidamos-te a acompanhar-nos neste périplo por 10 coisas grátis para fazer em Madrid.

Podes também dar uma vista de olhos ao nosso guia rápido de Madrid aqui

10 coisas para fazer de graça em Madrid

Parque do Retiro

Um verdadeiro s√≠mbolo da cidade, come√ßamos este artigo com um dos melhores e mais monumentais parques em todo o mundo! Ocupando uma √°rea de quase 1500 metros quadrados, e totalmente rodeado pelo resto da agitada capital, √© ‚Äď tal como o nome indica ‚Äď um verdadeiro o√°sis no meio da famosa ‚Äúmovida‚ÄĚ espanhola.

De entre as in√ļmeras actividades e actra√ß√Ķes que poder√°s visitar, destacam-se o lago artificial em frente ao Monumento a Alfonso XII, o Pal√°cio de Cristal, o jardim de La Rosaleda, o Passeio das Est√°tuas (oficialmente Passeio da Argentina) e a Fonte do Anjo Ca√≠do, curiosamente um local de culto entre a comunidade satanista internacional.

Dedica 1 ou 2 horitas a um passeio por este magnífico recinto, e depressa descobrirás o porquê de ter sido finalmente considerado Património da Humanidade pela UNESCO em 2021. Recomendamos ainda que aproveites para visitar a Puerta de Alcalá, situada bem perto de uma das entradas do Retiro.

Visita um museu gratuito

Embora muitos visitantes possam n√£o ter esta percep√ß√£o, a realidade √© que Madrid alberga alguns dos museus mais importante e impactantes do planeta. Ali√°s, basta olharmos para o Tri√Ęngulo de Ouro da Arte, uma zona da cidade onde os tr√™s principais museus criam esta forma geom√©trica, para percebermos a dimens√£o cultural de Madrid.

Assim, nesta pra√ßa encontrar√°s o Museu Thyssen-Bornemisza, o Centro de Arte Reina Sof√≠a e ‚Äď o mais emblem√°tico da grupeta ‚Äď o Museu do Prado. Todos eles s√£o museus de arte, dedicados a per√≠odos temporais, estilos e autores diferentes, e englobando obras de nomes t√£o consagrados quanto Picasso, Dal√≠, Mir√≥, el Greco, Caravaggio, van Eyck, Vel√°zquez, Rafael, Goya ou Rembrandt. No fundo, √© toda a hist√≥ria da arte europeia num √ļnico local.

Felizmente, existe uma espécie de regra entre a comunidade museológica madrilena que permite acesso gratuito a todos os visitantes em determinadas alturas do dia ou semana. Assim, se queres visitar um (ou vários) destes museus gratuitamente, deves considerar os seguintes horários gratuitos:

  • Museu do Prado ‚Äď 2¬™ a S√°bado entre 18h-20h + Domingos/Feriados entre 17h-19h;
  • Museu Thyssen-Bornemisza ‚Äď 2¬™ feira, dia inteiro;
  • Centro de Arte Reina Sof√≠a ‚Äď 2¬™ a S√°bado entre 19h-21h + Domingos/Feriados entre 12h30-14h30.

Gran Vía

Entrando de rompante pelo centro da capital espanhola, a Gran Vía é uma enorme, agitada e espectacular artéria comercial que se tornou num dos principais pontos da cidade. Ligando a Calle de Alcalá e a Praça de Espanha, esta gigantesca avenida é uma espécie de híbrido entre Buenos Aires e Nova Iorque.

Para al√©m das in√ļmeras lojas, boutiques e centros comerciais, ao longos dos seus 1500 metros de extens√£o encontrar√°s tamb√©m in√ļmeros cinemas e teatros, numa prolifera√ß√£o que deu √† Gran V√≠a o ep√≠teto de ‚ÄúBroadway Madrilena‚ÄĚ. Algumas das constru√ß√Ķes mais bonitas e ic√≥nicas ao longo da avenida incluem o Edif√≠cio Metr√≥polis, o Edif√≠cio Grassy, ou o Edif√≠cio da Telef√≥nica, bem como o ic√≥nico cartaz da Schweppes, no topo do Edif√≠cio Carri√≥n, que estranhamente se veio a tornar emblem√°tico de Madrid.

Ao passeares pela Gran Vía, aproveita também para visitar a fabulosa Praça Cibeles, situada bem junto ao início da rua (ou final, dependendo da perspectiva), e onde poderás ver a Fonte de Cibeles e o magnífico Palácio de Cibeles, onde podes também entrar gratuitamente.

Plaza Mayor

Símbolo mais brilhante de toda a baixa madrilena, a Plaza Mayor é, porventura, o maior legado de uma cidade que já não existe. Afinal, em plenos séculos XVI e XVII, antes dos edifícios altos e da expansão dos limites da cidade, a Plaza Mayor era o verdadeiro coração pulsante de Madrid, tanto no sentido geográfico, como literal!

Aqui, decorreu todo o tipo de eventos que possas imaginar! Desde celebra√ß√Ķes, ajuntamentos e protestos, mas tamb√©m execu√ß√Ķes, torturas, julgamentos p√ļblicos (os chamados autos-de-f√© durante a Inquisi√ß√£o), e at√© eventos desportivos, como jogos de futebol. Ah, a pra√ßa tamb√©m recebeu touradas, mas como n√£o as saberia classificar entre as categorias de tortura e desporto, deixo essa para o leitor decidir.

Perto da Plaza Mayor, sugerimos também uma visita à Puerta del Sol, outra das praças mais famosas e concorridas de Madrid (onde podes encontrar a conhecida estátua do urso, mascote da cidade), e também ao Mercado de San Miguel, que embora tenha sido tomado de assalto pelo turismo, continua a ser um local que merece uma visita.

Estação abandonada de Chamberí

Ainda que já todos conheçamos os grandes símbolos de Madrid, como a Gran Vía, o Parque do Retiro, o Palácio Real ou o Museu do Prado, é igualmente importante dar palco aos locais menos conhecidos, mas nem por isso menos interessantes. Uma espécie de homenagem aos Atlas Obscura desta vida!

Tamb√©m conhecida como a Esta√ß√£o Fantasma, Chamber√≠ costumava ser uma das esta√ß√Ķes de metro mais concorridas da capital espanhola aquando da inaugura√ß√£o deste sistema de transporte em 1919. No entanto, com a expans√£o das linhas e crescimento da cidade, a esta√ß√£o acabou por se tornar obsoleta, uma vez que foi constru√≠da ao longo de uma curva e ficava situada entre outras duas paragens relativamente pr√≥ximas. Assim, em 1966, Chamber√≠ foi encerrada, permanecendo interdita a passageiros at√© ao dia de hoje.

Depois de décadas ao abandono, a cidade decidiu renovar a estação e criar o museu gratuito Andén 0, numa espécie de visita guiada às origens do metro de Madrid, através da recriação de uma estação antiga dos anos 20, com direito a bilhetes, mapas, torniquetes e até painéis publicitários originais.

Templo de Debod

Sabias que, em pleno centro de Madrid, é possível encontrar um templo egípcio autêntico? Não uma reconstrução, não uma réplica, não uma homenagem. VER-DA-DEI-RO! Na realidade, a história de como este monumento acabou na capital espanhola não é assim tão antiga ou complexa.

Na d√©cada de 60, quando as autoridades eg√≠pcias constru√≠ram a Barragem Alta de Aswan, um projecto megal√≥mano que ajudou a levar electricidade e √°gua para irriga√ß√£o de terrenos √†s comunidades mais rurais e isoladas do sul do pa√≠s, foi necess√°rio realocar in√ļmeros templos situados nas margens do Nilo, para que n√£o ficassem completamente submergidos. Na altura, toda a comunidade internacional se uniu para ajudar o pa√≠s a salvar milhares e milhares de anos de hist√≥ria da humanidade, sem comprometer os avan√ßos que a barragem viria a trazer.

Assim, como agradecimento especial a Espanha pelo apoio prestado, o governo eg√≠pcio doou o Templo de Debod, em homenagem √† Deusa Isis, para que o mesmo fosse erigido em plena capital espanhola. Para al√©m de gratuito, este √© tamb√©m um s√≠tio surreal para assistir ao p√īr-do-sol.

Catedral de La Almudena

Considerando que Espanha é um dos países com a maior herança católica do mundo, herança essa que fizeram questão de espalhar um pouco por toda a parte, não é de estranhar que Madrid tenha várias igrejas merecedoras de uma visita. Contudo, talvez nenhuma outra seja tão relevante, pelo menos do ponto de vista do imaginário colectivo espanhol, quanto a Catedral de La Almudena.

Apesar da eterna vontade em construir uma grande catedral em Madrid, durante séculos o projecto acabou sempre por esbarrar contra outras prioridades. Primeiro, o investimento necessário era mais urgente noutras zonas do vasto Império Espanhol, depois, com a Guerra Civil, a construção voltou a ficar para segundo plano. Enfim, quando em 1993 a catedral foi finalmente inaugurada, a comunidade religiosa de Madrid respirou de alívio.

A Basílica de San Francisco el Grande e o monumental Mosteiro El Escorial (este apenas gratuito às Quartas e Domingos, das 15h às 19h) são outras igrejas em Madrid, igualmente impressionantes.

Pal√°cio Real de Madrid

Pese embora possa n√£o ser t√£o aclamada e conhecida quanto a Fam√≠lia Real Brit√Ęnica, a realidade √© que a monarquia espanhola consegue ser igualmente fascinante‚Ķ para o bem, e para o mal! Assim, e sem surpresas, √© em pleno centro de Madrid que encontramos o Pal√°cio Real ‚Äď a resid√™ncia oficial da Coroa de Espanha.

Constru√≠do entre 1738 e 1755, no exacto local onde dantes havia sido erigida uma enorme fortaleza moura, e j√° depois do Alcazar de Madrid (constru√≠do por mouros e depois ocupado por espanh√≥is) ter ardido, a vers√£o actual corresponde oficialmente ao maior pal√°cio real da Europa, com mais de 3400 divis√Ķes. Hoje em dia, √© poss√≠vel fazer um tour por alguns dos quartos e halls do pal√°cio, sendo os mesmos gratuitos apenas de Segunda a Quinta-Feira, entre as 16h e as 19h.

Nas traseiras do palácio, e igualmente com admissão gratuita, podes também visitar os Jardins de Sabatini, o parque oficial do Palácio Real de Madrid. Dividido em vários terraços, este é um dos espaços verdes mais charmosos da cidade.

Miradouro do El Corte Inglés

Para uma das melhores vistas panor√Ęmicas sobre a cidade de Madrid, √© necess√°rio pensar um pouco fora da caixa se quiseres manter o teu or√ßamento salvaguardado. Em plena Gran V√≠a, vais encontrar um grande centro comercial chamado El Corte Ingl√™s de Callao. Aqui, dever√°s subir ao 9¬ļ piso e encontrar a pra√ßa de alimenta√ß√£o do shopping, chamada ‚ÄúThe Gourmet Experience‚ÄĚ.

√Č precisamente a√≠ que ir√°s encontrar um pequeno terra√ßo com uma das vistas mais impressionantes e cosmopolitas da capital espanhola! Para al√©m de quase toda a extens√£o da magn√≠fica Gran V√≠a e dos seus exc√™ntricos edif√≠cios trabalhados, conseguir√°s tamb√©m detectar a Catedral de La Almudena, o Pal√°cio Real e a Pra√ßa de Espanha.

Infelizmente, n√£o existem outros locais gratuitos onde possas ver Madrid a partir de cima, mas se n√£o te importares de gastar o trocado que tens no bolso, podes sempre visitar o Miradouro do Pal√°cio Cibeles ou a Torre de Faro Moncloa, com a admiss√£o em cada um deles a custar apenas 3‚ā¨ por pessoa.

Bunker del Capricho

Fechamos a nossa lista de coisas grátis para fazer em Madrid com mais uma hidden gem (tesouro escondido). Escondido no belo Parque del Capricho, por si só também merecedor de um bom passeio, o Bunker del Capricho é um forte-seguro utilizado pelos Republicanos para se defenderem dos ataques e artilharia dos Nacionalistas durante a Guerra Civil Espanhola.

Com uns impressionantes 2000 quil√≥metros quadrados, o bunker √© uma aut√™ntica cidade subterr√Ęnea, com direito a quartel general, √°rea de descontamina√ß√£o, enfermaria, armaz√©m, casas de banho e zonas de trabalho. Ali√°s, reza a lenda que tanto Hitler quanto Churchill se inspiraram neste trabalho para constru√≠rem os seus pr√≥prios bunkers e centros de comando durante a Segunda Guerra Mundial!

Embora as visitas guiadas deste bunker sejam totalmente gratuitas, conseguir reservar um lugar consegue ser um verdadeiro desafio, quer pelo n√ļmero limitado de tours mensais, quer pela elevad√≠ssima aflu√™ncia. Seja como for, podes sempre ir tentando a tua sorte neste website ou adicionar o teu nome √† lista de espera.

Tours & Atividades

Reserva j√° os teus tours ou atividades no¬†Viator, do grupo Tripadvisor! E ao faz√™-lo est√°s-nos a dar uma grande ajuda ūüôā

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem, aconselhamos a IATI, com uma excelente gama de seguros, incluíndo aquela que é, provavelmente, a melhor cobertura Covid-19 do mercado. 

Se reservares connosco, atrav√©s deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, d√°s-nos uma ajuda preciosa ūüôā

Queres receber notifica√ß√Ķes acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugest√Ķes de viagem