10 dos destinos de praia mais baratos, surpreendentes e subvalorizados da Europa 🏖️

  • 22.05.2023 19:35
  • Bruno A.

Longe das multidões e preços exorbitantes das paragens de sempre, apresentamos-te uma lista com os destinos de praia mais subvalorizados da Europa. Seja pela tranquilidade de locais menos explorados ou pelos valores mais simpáticos para a carteira, esta é uma curiosa selecção de destinos de praia baratos, intrépidos ou desconhecidos.

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

No que toca a grandes destinos de praia de europeus, todos conhecemos os grandes clássicos: Ilhas Baleares, Sardenha, Algarve, as Ilhas Gregas. A lista é extensa, mas bem conhecida. No entanto, e se é certo que há boas razões para todos estes lugares terem ganho o seu espaço no Monte Olimpo dos destinos de praia, não é menos verdade que o excesso de turismo, a gentrificação e o encarecimento geral do custo de vida têm vindo a transformar muitas destas paragens em experiências cada vez mais exclusivas e menos prazerosas.

Assim sendo, e porque é sempre bom diversificar, vale igualmente a pena olhar para outros pontos do mapa europeu. Longe dos preços exorbitantes e das carradas de multidões veraneantes, estes são alguns dos destinos de praia mais subvalorizados da Europa:

Nota: Para efeitos deste post, consideramos Turquia e toda a região do Cáucaso como parte da Europa. Se está bom para a UEFA, também está bom para nós 😊

10 destinos de praia mais subvalorizados da Europa

Riviera Albanesa, Albânia

Um destino completamente fora dos radares turísticos até há meia dúzia de anos, a Albânia está agora a caminho de se tornar um dos principais destinos de praia de toda a Europa. E não é para menos! Afinal, não há muitos locais no Velho Continente que combinem beleza natural, praias excelentes, montanhas a fazer lembrar os Alpes e vilas históricas otomanas, num pedaço de terra tão pequeno. Tudo isto a preços ainda bastante simpáticos para o bolso do português médio.

Se é praia que procuras, então nada melhor que alugares carro e fazeres uma roadtrip pela Riviera Albanesa. Para além das clássicas Ksamil e Sarande, vale bem a pena dar um saltinho ao Parque Nacional de Butrint, explorar as minúsculas vilas/aldeias de Vuno, Dhermi e Upper Qparo e ainda dar um mergulho nas praias de Himare, Bosh e – claro – na Gjipe Beach, considerada a mais bonita e resguardada do país.

O que fazer na Albânia – Guia de viagem de 7, 10 e 14 dias 🇦🇱

Costa do Mar Negro, Bulgária

Pertencente à União Europeia, a Costa do Mar Negro da Bulgária é outro excelente destino de praia barato. Estendendo-se por cerca de 300 km, e à semelhança da Riviera Albanesa, esta é também uma região bastante eclética, com muito para fazer e visitar entre mergulhos. Embora o emblemático resort de Sunny Beach seja o local mais conhecido, existem várias outras paragens para quem deseje dias mais relaxados, como Golden Sands, Albena ou Kiten.

Pelo meio, recomendo que visites as cidades de Varna e Burgas, as maiores e principais da região, onde poderás montar a tua base. Aqui, estarás junto de todo o tipo de comércio e serviços, pelo que poderás abastecer a marmita com toda a Banitsa e Mekitsa que encontrares antes de um longo dia na praia. Absolutamente obrigatório é fazer as paragens da praxe em Nessebar e Sozopol, duas cidades costeiras históricas, com centros pitorescos e bem mantidos.

Karpathos, Grécia

É esta a grande valência da Grécia enquanto turístico: o país é composto por tantas ilhas e regiões que, apesar de algumas estarem completamente saturadas de turistas, outras igualmente belas surgem enquanto extraordinárias alternativas. Embora houvesse muito por onde escolher, optei por incluir a ilha de Karpathos como um dos destinos de praia mais subvalorizados da Europa.

De longe a mais isolada de todas as ilhas do Dodecaneso, Karpathos é ainda um dos segredos mais bem guardados do arquipélago, atraindo apenas a atenção dos mais atentos enquanto as massas se deslocam em força para Rhodes ou Kos. Repleta de praias paradisíacas e vilarejos perdidos no meio das montanhas, e com uma cultura (e até um dialecto) bastante própria a acompanhar, Karpathos é o melhor destino grego que não sabias que existia!

Klaipeda, Lituânia

Embora o Báltico esteja longe de fazer manchetes no que toca a sol, praia e calor, a verdade é que tanto a Letónia como a Lituânia dispõem de zonas costeiras muito agradáveis. Aliás, durante a União Soviética, este era um dos principais destinos de Verão, onde confluíam turistas vindos de todas as repúblicas. Assim sendo, iremos dedicar estas linhas a Klaipeda, um destino de praia europeu bastante acessível na costa lituana.

De resto, a principal atracção natural da região é precisamente o Istmo da Curlândia, um parque nacional reconhecido pela UNESCO como Património da Humanidade, onde podes encontrar algumas das mais belas praias do norte da Europa. Esta é uma paragem ideal para quem privilegie um turismo mais histórico/cultural, mas não queira sentir que está a “desperdiçar” as suas férias de Verão sem ir a banhos. A meio de qualquer itinerário dos países bálticos, um saltinho a Klaipeda fica sempre bem.

Korcula, Croácia

Outro exemplo de um país que já saltou para as luzes da ribalta há muito, a Croácia é um dos principais destinos de Verão do Velho Continente, muito à conta do bom tempo, praias pristinas e cidades históricas. Contudo, se é verdade que locais como Dubrovnik, Split ou Zadar sofrem já os efeitos do excesso de turismo, existem outros lugares mais resguardados no país que continuam por descobrir (embora seja cada vez mais difícil).

Um desses exemplos é Korcula. Quiçá por ser uma ilha, este sítio extremamente pitoresco e paradisíaco não usufrui (ainda) do mesmo nível desmedido de atenção das suas congéneres, estando mesmo atrás de outros ilhéus como Hvar e Brac no que toca a visitas turísticas. Não obstante, Korcula é uma das pérolas do Adriático, onde encontrarás bastantes praias resguardadas e um centro histórico muralhado com os típicos telhados terracota.

Ístria Eslovena, Eslovénia

Para fechar o capítulo dos Balcãs, damos agora um saltinho até à Eslovénia, um país que, apesar da sua beleza, não é de todo conhecido como um destino de praia. No entanto, e apesar de pequena, a região costeira eslovena, correspondente ao norte da Península da Ístria, é um local extremamente bonito. Num espaço reduzido, que se estende por apenas 46 km, podes encontrar nada menos que 21 praias, muitas delas nos limites de cidades históricas ou escondidas entre os trilhos da famosa natureza eslovena.

De todas as localidades da Ístria, nenhuma se destaca tanto quanto Piran, uma antiga cidade medieval capaz de rivalizar com as mais conhecidas vilas costeiras de Croácia ou Montenegro. Pisando as suas ruas, é impossível não lembrar alguns quarteirões italianos… afinal, Piran fazia parte da nação transalpina até à década de 50 do século passado, quando o território foi forçosamente cedido à Jugoslávia.

Batumi, Geórgia

Outrora uma humilde cidade portuária da União Soviética, a metrópole georgiana de Batumi é um destino tão animado quanto bizarro. Com os seus casinos modernos, torres estranhas e iluminação esplandecente, esta é a “Las Vegas do Mar Negro”, situada a um mundo de distância da beleza de Tbilisi, da tranquilidade da ruralidade Georgiana ou do cenário impressionante das montanhas do Cáucaso.

No entanto, para quem está a desenhar um roteiro da Geórgia, Batumi é paragem obrigatória, especialmente durante os meses de Verão. Longe do espalhafato do centro, Batumi (e toda a região da Adjara) é bastante cénica e verde, acompanhada de um clima subtropical que vai bem com as suas praias de pedra negra. Para além disso, é aqui que podes encontrar o melhor Khachapuri de toda a Geórgia – o que tem que contar para alguma coisa!

Bodrum, Turquia

Situada no sudoeste da Turquia, onde a costa recortada da Anatólia se confunde com as centenas de ilhas e ilhotas oficialmente pertencentes à Grécia, Bodrum é uma adorável cidade portuária. Aliás, é impossível não reparar na influência dos vizinhos Helénicos quando passeias pela Cidade Velha, onde podes encontrar as mesmas casas caiadas de branco e os mesmos detalhes a azul-escuro.

Legados e heranças à parte, Bodrum é um destino bem mais acessível que qualquer cidade turística Grega, desfrutando ao mesmo tempos das mesmas águas turquesa do Mar Egeu. Para além de poderes fazer vários tours de barco pela costa, podes também sair da cidade e explorar as melhores praias de toda a península. Se optares por fazê-lo, sugerimos que passes nas vilas de Ortakent, Bitez, Gumbet ou Turgetreis, conhecidas por albergarem os areais mais pristinos da região.

Agia Napa, Chipre

Apesar de ter sido catalogado como um destino de festa e diversão, muito à custa das infames viagens de finalistas dos anos 2000, Agia Napa é agora um destino bem mais maduro. Evidentemente, continua a ser possível encontrar bastantes locais de animação e diversão nocturna, mas a cidade cipriota é agora também capaz de apelar a outro tipo de públicos.

É certo que não é tão barata ou desconhecida quanto a maioria de outros lugares mencionados nesta lista, mas Agia Napa continua a ser um destino de praia disponível por valores minimamente razoáveis, para além de dispor de alguns dos areais mais impressionantes e pristinos da Europa. Para lá dos mosteiros históricos e locais arqueológicos, se o que queres mesmo é água turquesa e muito descanso, então não deixes de visitar a Konnos Bay ou a Praia Nissi.

Lago Sevan, Arménia

Para fecharmos esta lista de 10 destinos de praia mais baratos e subvalorizados da Europa, tomei a liberdade de ser criativo. Por um lado, tal como o nome indica, não será no Lago Sevan que encontrarás orla costeira ou mar. Por outro, nunca referi em nenhum momento que não pudesse incluir praias fluviais! Posto isto, viajamos até à Arménia, onde encontraremos um dos lagos mais bonitos do mundo.

Repleto de zonas onde podes nadar (a maioria delas pagas), o Lago Sevan é o escape de Verão perfeito para os locais, uma vez que as temperaturas de Yerevan chegam a roçar o insuportável. Situado a uma maior altitude, o Lago Sevan é bem mais agradável, embora quente o suficiente para te convencer a experimentar as suas águas. Entre zonas balneares, paisagens incríveis e mosteiros históricos, este é um local imperdível pra quem queira visitar a Arménia ou a região do Cáucaso.

Leituras Sugeridas:

10 dos mais interessantes ferries da Europa 🚢

10 dos melhores parques urbanos do mundo 🌳🌺

10 das mais animadas e curiosas festas da Europa 🎉🥳

10 das melhores cidades para sair à noite na Europa 💃🍾

10 das melhores road trips da Europa 🚗🛣️

10 dos melhores destinos para ver auroras boreais 💫

11 dos melhores destinos de viagem para amantes da bola ⚽

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem, aconselhamos a IATI, com uma excelente gama de seguros, incluíndo aquela que é, provavelmente, a melhor cobertura Covid-19 do mercado. 

Se reservares connosco, através deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, dás-nos uma ajuda preciosa 🙂

Consulta do Viajante

Aconselhamos a marcar a tua consulta na Consulta do Viajante Online. Insere o código flamingo para teres 5% de desconto em consultas para 2 ou mais pessoas.

Tours & Atividades

Reserva já os teus tours ou atividades no Viator, do grupo Tripadvisor! E ao fazê-lo estás-nos a dar uma grande ajuda 🙂

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugestões de viagem