O que fazer no Sal, Cabo Verde – Onde comer e melhores locais para visitar 🇨🇻

  • 13.06.2024 00:00
  • Bruno A.

Miniguia detalhado com tudo o que fazer no Sal. Inclui dicas acerca de restaurantes, actividades e melhores pontos turísticos e locais a visitar na ilha Cabo-Verdiana, incluindo Santa Maria, Buracona, Espargos ou as Minas de Sal de Pedra Lume.

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Este miniguia com tudo o que fazer na ilha do Sal faz parte do nosso Guia Geral de Viagem de Cabo Verde. Consulta-o para saberes todas as dicas práticas e informações importantes sobre o país, incluindo transportes, hotéis, melhores praias e muito mais!

Sal, Cabo Verde – A ilha mais popular

Considerada a mais popular e turística de todas as ilhas de Cabo Verde, o Sal é onde encontrarás as praias mais famosas do país, com mais de meio milhão de turistas anuais a apaixonarem-se pelos seus areais paradisíacos. No entanto, essa popularidade pode também revelar-se altamente inconveniente para quem gosta de viajar e manter um contacto próximo com a população local, já que a maioria dos habitantes está altamente dependente do turismo para sobreviver e as linhas costeiras estão repletas de resorts e áreas privadas. Ainda assim, e embora sejam inegavelmente o seu principal atractivo, nem só de praia se faz o turismo na ilha do Sal, sendo que terás também a oportunidade de visitar as Minas de Sal de Pedra Lume e explorar as ruas e areais de Santa Maria. Quiçá possas até descobrir uma faceta nova da ilha!

Posto isto, se estás de partida rumo a Cabo Verde e procuras o que fazer no Sal, queremos deixar-te um miniguia com todos os locais e pontos turísticos a visitar na ilha, bem como uma compilação dos restaurantes mais badalados.

Locais a não perder na ilha do Sal

Minas de Sal de Pedra Lume

Como já deves ter calculado, o nome da ilha está intimamente ligado à produção e extracção de sal, em tempos a sua principal actividade económica. Fruto das características do solo, existem zonas do Sal que conseguem ser estranhamente inóspitas, em claro contraste com as praias de areia dourada e mar turquesa do sul da ilha. Um claro exemplo pode ser encontrado na pequena localidade de Pedra Lume, lar das minas de sal mais emblemáticas de Cabo Verde. Situadas no interior de uma cratera vulcânica, já de si um cenário particularmente interessante, podes fazer uma visita guiada pelo espaço, desfrutar da paisagem e descobrir um pouco mais acerca da forma como a indústria levou à fixação de população (exploração e escravatura) e ao desenvolvimento do tecido económico da ilha. Como cereja no topo do bolo, podes ainda nadar (ou melhor, boiar) na lagoa da mina! Com uma elevada concentração de sal na sua água, a experiência assemelha-se a flutuar no famoso Mar Morto.

Santa Maria

Considerada a principal “cidade” (se assim lhe podemos chamar) da ilha do Sal, Santa Maria é também o polo turístico mais importante da região, e o local onde está concentrada a esmagadora maioria dos resorts e apartamentos. Quero com isto dizer que, passar por Santa Maria é praticamente inevitável! E ainda bem, já que a localidade alberga a famosa Praia de Santa Maria, porventura a mais conhecida de todo Cabo Verde. É certo que não tem o aspecto selvagem ou intocado de algumas das suas congéneres da Boa Vista, mas conta com toda a infraestrutura turística necessária e imensos bares e restaurantes nas proximidades. Para além disso, o mar calminho e turquesa é consideravelmente melhor (e mais seguro) para idas a banhos. Logo ao lado, podes também dar um saltinho à Kite Beach, assim apelidada devido aos ventos fortes que a tornaram bastante popular entre os amantes de desportos de adrenalina (especialmente kitesurfers). Ainda na marginal, vale igualmente a pena percorrer o Pontão de Santa Maria, um passadiço em madeira onde os pescadores montam os seus poisos para vender a apanha do dia a locais e turistas. Já no centro de Santa Maria, e para além das habituais ruas coloniais e fachadas coloridas com tinta a descascar, recomendamos uma visita ao Mercado Municipal. A menos de 3 km de distância do mercado, e tecnicamente já fora da cidade, podes terminar o dia com um passeio pelo Pachamama Eco Park, um jardim botânico que é também um zoo ético e sustentável.

Buracona

Situada no norte da ilha, a Buracona é uma pequena piscina natural formada pela impregnação da água através de uma espécie de corredor de rochedos lávicos. No entanto, e antes que comeces já a festejar, é preciso ter bastante cuidado (e sorte) para ir a banhos nesta zona, já que basta haver alguma ondulação para que as autoridades interditem o local. No entanto, se São Pedro estiver do teu lado, é uma experiência fantástica! Se, por outro lado, a agitação marítima não colaborar, nas imediações da “piscina” podes encontrar uma pequena gruta que virou atracção turística. À conta da sua posição extremamente específica e fundo límpido, a luz solar acaba por criar um efeito azul cristalino quando incidida sobre as águas da gruta. Por causa do fenómeno, a gruta é conhecida como o “Blue Eye”, embora tenhas que a visitar entre as 11h00 e o 12h00 para assistir ao espectáculo.

Ver os tubarões na Baía da Parda

Sem surpresa, e à semelhança da maioria das restantes ilhas Cabo-Verdianas, também o Sal conta com uma diversidade de fauna e flora verdadeiramente assinalável para os trâmites europeus. Aqui, destaca-se uma actividade relacionada com animais, cujo principal centro fica situado na Baía da Parda, também conhecida como Shark’s Bay. O nome não engana, já que é nesta pequena baía que se encontra uma concentração bastante grande de tubarões-lima, espécie com quem podes partilhar as águas num tour organizado.

Embora não tão impactante como os locais de desova da Boa Vista, na Ilha do Sal podes também encontrar alguns santuários e projectos sustentáveis associados à preservação de tartarugas-marinhas.

Espargos

Lembras-te de ter referido o quão dependente do turismo a ilha do Sal é? Bom, se quiseres escapar um bocadinho do overtourism de Santa Maria, sugerimos um passeio por Espargos, a capital do Sal. Apesar do estatuto, a cidade é mesmo muito pequenina, e a maioria da população ficou-se noutros locais, onde as oportunidades são maiores. Apesar disso (ou talvez por isso), este é um dos poucos sítios onde podes experienciar um lado mais humano, natural e autêntico da ilha do Sal. Não existem propriamente atracções turísticas, mas é um sítio que vale bem a pena visitar pela atmosfera.

Onde comer no Sal – Melhores restaurantes

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem recomendamos a Heymondo, que tem aquela que é, para nós, a melhor gama de seguros da atualidade, com uma relação qualidade-preço imbatível, e que inclui também cobertura para os teus equipamentos eletrónicos.

Se reservares connosco, através deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, dás-nos uma ajuda preciosa 🙂

Consulta do Viajante

Aconselhamos a marcar a tua consulta na Consulta do Viajante Online. Insere o código flamingo para teres 5% de desconto em consultas para 2 ou mais pessoas.

Tours & Atividades

Reserva já os teus tours ou atividades no Viator, do grupo Tripadvisor! E ao fazê-lo estás-nos a dar uma grande ajuda 🙂

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugestões de viagem