Roteiro da Riviera Francesa: estende a toalha entre ricos e famosos 🇫🇷😎 🏖️🎥

  • 28.06.2022 19:48
  • Paulo

Lê o nosso roteiro da Riviera Francesa e fica a conhecer os melhores locais de paragem neste que é o destino preferido do jet set

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Há mais de um século que a Riviera Francesa mantem a sua fama de destino de férias de primeira categoria. A lista de artistas, chefes de estado e outros membros da alta sociedade que passaram por esta região é interminável. Mas mesmo tendo sido retratada em filmes, livros e pinturas, ao ponto de se tornar símbolo de umas férias ideais, a Riviera Francesa têm ainda muito para descobrir.

Também conhecida como Côte D’Azur, esta região estende-se da fronteira com Itália no leste até algures entre Saint-Tropez e Toulon. Cidades como Nice, Cannes ou a própria Saint-Tropez são incontornáveis numa viagem pela Riviera, mas as pequenas vilas valem também a pena visitar.

Antes de partires

Entre as cidades e vilas da Riviera Francesa vais encontrar paisagens que são suficientes para justificar uma viagem pela região, qualquer que seja o meio de transporte que escolhas.

Optar por alugar um carro vai trazer-te grande liberdade e permitir-te visitar vilas mais pequenas no interior com menos esforço. No entanto a disponibilidade e preço do estacionamento e o trânsito vão ser um problema.

A região é bem servida pelos transportes públicos. O comboio regional, ou TER, atravessa a Riviera de Fréjus até Ventimiglia, já do lado italiano. Autocarros são também uma opção, particularmente em conta, já que cada título, válido para uma viagem e conhecido como Ticket Azure, custa apenas 2.50€.

No que toca às datas da viagem, a Riviera Francesa é acima de tudo um destino de Verão, sendo os meses de Julho e Agosto aqueles com mais procura. Para aproveitar o calor mas evitar as maiores multidões, os meses de Junho e Setembro são as melhores escolhas.

Saint-Tropez

Saint Tropez

Talvez a instância balnear mais conhecida da Europa, esta cidade é o destino preferido pelos ricos e famosos. Aqui é difícil ignorar o luxo e a extravagância dos iates que preenchem as águas da baía de Saint-Tropez.

Passeia pelo cais Jean-Jaures para veres alguns destes monstruosos iates e os bares e cafés onde há décadas congregam celebridades de todo o mundo.

Mas Saint-Tropez não é só jet set – segue até Place de Lices, onde a população local se junta para jogar à petanca debaixo da sombra das árvores. Às terças e sábados podes também encontrar um grande mercado nesta praça, onde talvez consigas encontrar bons descontos nas grandes marcas vendidas nas lojas da cidade.

Ir a Saint-Tropez e não pisar areia é certamente crime no código penal francês. Aqui não falta oferta – Canoubiers a leste, Bouillabaisse a ocidente e Pampellone para o sul são algumas das praias mais conhecidas em volta da cidade.

Uma dica: se viajares de carro, talvez seja boa ideia deixá-lo do outro lado da baía, em Sainte-Maxime, e seguir para Saint-Tropez de ferry para evitar dores de cabeça com trânsito e estacionamento.

O que visitar: Praias (Canoubiers, Bouillabaisse, Pampellone), Place de Lices, Citadela de Saint-Tropez

Onde comer: Le Bikini, Restaurant Le G’ envie, Le Bagatelle Restaurant, Le Goustado Tropezien, Schpountz

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Cannes

Cannes

Conhecida pelo festival de cinema que aí se realiza desde 1946, a cidade de Cannes é outra paragem obrigatória na Riviera Francesa.

O festival realiza-se normalmente em Maio, no Palais des Festivals, na área mais glamorosa da cidade – a Boulevard de la Croisette. Um passeio por esta esplanada à beira mar é uma excelente maneira de passar o fim de tarde.

Segue até ao Marché Forville, um mercado coberto onde podes encontrar uma grande seleção de verduras, pão fresco e muito, muito queijo – não estivesses afinal de contas em França.

Ao largo de Cannes, as ilhas de Sainte-Marguerite e Saint-Honorat oferecem um pequeno refúgio de tranquilidade e beleza natural, acessível por ferry. Em Sainte-Marguerite vais poder encontrar a prisão que deu origem à lenda do homem da máscara de ferro, bem como trilhos e praias para explorar. Já na pequena Saint-Honorat, as principais atrações são o mosteiro e abadia, mas também aqui podes encontrar praias e locais para dar um mergulho.

O que visitar: Boulevard de la Croisette, Ilhas Lérins (Saint-Marguerite e Saint-Honorat), Marché Forville, Igreja de Nossa Senhora da Esperança

Onde comer: Yvan’s, Bar du Marin, Chez les jumelles, Philcat, Chez Vincent et Nicolas

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Antibes

Antibes

Bem no centro da Riviera Francesa, entre Cannes e Nice – e um pouco mais calma e barata que o resto da cidades da costa – Antibes pode ser uma boa escolha para a base da tua viagem.

Aqui não falta também oferta balnear. A Plage du Ponteil, é uma boa opção perto da vila. Quando decidires que é hora de caminhar um pouco, passeia pelo Le Sentier du Littoral, um trilho junto ao mar que oferece paisagens fenomenais e onde podes sempre parar para molhar os pés.

Na cidade, explora a zona antiga e perde algum tempo no Marché Provençal, um mercado local onde o queijo, as especiarias e os bouquets de flores despertam o olfato.

O que visitar: Château Grimaldi, Marché Provençal, Plage du Ponteil

Onde comer: The Kiosque Severine, Terre et Mer, Gelateria del Porto, Chez Les Filles,

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Nice

Nice

Todas as cidades da Riviera Francesa desembocam numa bela avenida sobre o mar e Nice não exceção. Aqui podes caminhar ao longo da Promenade des Anglais antes de te aventurares pelas ruas do centro histórico da cidade ou entre as coloridas tendas do mercado Cours Saleya.

A gastronomia é um ponto forte de Nice. A cidade dá nome à Salade Niçoise, uma salada de verão à base de ovo cozido, tomate, atum ou anchovas e azeitonas locais. Outro prato conhecido da região é a Socca, uma espécie de panqueca à base de grão-de-bico feita no forno e servida como snack.

Nice é também conhecida como uma cidade de artistas, sendo por isso a casa de muitos tesouros artísticos que podem ser admirados em galerias como o Museu Nacional Marc Chagall ou o Museu Matisse.

Para uma vista panorâmica da cidade banhada pelo mar, uma visita a Nice não dispensa subir ao castelo da cidade. Podes sempre usar o elevador gratuito ou conduzir até ao topo da colina se quiseres poupar um pouco as pernas para mais um passeio pela praia.

O que visitar: Promenade des Anglais, Cours Saleya, Museu Nacional Marc Chagall, Museu Matisse, Castelo de Nice

Onde comer: Chez Pipo, Polly and Cie, Brasserie LE 65 Rooftop, Lou Pilha Leva, George’s Roll Seafood, Peixes, Les Amoreux, Oliviera

Tempo necessário para visitar: 2 dias

Villefranche-sur-Mer e Saint-Jean-Cap-Ferrat

Saint-Jean-Cap-Ferrat

Logo à saída de Nice, ainda dentro da área metropolitana desta cidade, fica Villefranche-sur-Mer, uma pequena povoação facilmente acessível por comboio e que bem a pena a paragem.

As casas coloridas da vila são oseu cartão postal, sendo Capela de Saint Pierre, com os seus murais em homenagem aos pescadores locais, um dos melhores exemplos da arquitetural local. Mas as praias não ficam atrás. A Plage des Marinieres distingue-se pela areia particularmente fina e as águas cristalinas.

A vila vizinha, Saint-Jean-Cap-Ferrat, fica numa pequena península na qual vais encontrar, no extremo sul, o cabo Ferrat, um ótimo miradouro da costa. Mas a atração principal desta localidade é a Villa Ephrussi de Rothschild e o seus fragantes jardins, abertos ao público.

O que visitar: Zona histórica de Villefranche-sur-Mer, Capela de Saint Pierre, Plage de Marinieres, Cabo Ferrat, Villa Ephrussi de Rothschild, Plage Paloma

Onde comer: Loco Loco Restaurant e Gelataria Le Glacier 16 (Villefranche-sur-Mer); Les Delices de Marius e Seaside Café (Saint-Jean-Cap-Ferrat)

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Saint-Paul-de-Vence

A pequena Saint-Paul-de-Vence é umas das vilas típicas da Provença que podes visitar facilmente se estiveres em Nice e uma ótima sugestão para quem quer conhecer uma Riviera um pouco diferente, mais longe da costa.

Acima de tudo vais querer passear pelas ruas medievais da vila e admirar a vista das suas muralhas. No centro histórico de Saint-Paul-de-Vence, mesmo a rua principal – conhecida como Rue Grande – é acolhedoramente estreita.

Se optares por usar os transportes públicos, podes visitar a vila usando o autocarro 400, com partida de Nice.

O que visitar: Essencialmente passear pelas ruas dentro da muralha

Onde comer: Le Fromager de Saint-Paul, L’Épicerie des Artistes

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Èze

EZE

Outra pequena povoação nas imediações de Nice que vale a pena visitar pela sua pitoresca arquitetura é Èze, uma varanda sobre o mar já no caminho para o Mónaco.

Tal como em Saint-Paul-de-Vence, Èze é relativamente pequena e a maior atração é mesmo passear pelas ruas. Leva o teu tempo já que facilmente consegues percorrer a vila em meia-hora.

Se ficares com vontade de andar um pouco mais, podes descer o caminho de Nietzsche para chegares à praia rochosa de Èze. Uma vez que a vila está a cerca de 420 metros acima do mar, vais certamente precisar de calçado confortável para fazer este trilho. Outra excelente opção de praia perto de Èze é à Plage Mala que, segundo alguns relatos, era a escolhida pelo Czar Nicolau II durante a sua estadia na região.

O que visitar: Jardim Exótico, Passeio de Nietzsche, Praia de Èze-sur-Mer, Plage Mala

Onde comer: Food’Eze, Le Cafe Qui Roule (itinerante)

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Mónaco

Monaco

Poucos sítios no mundo terão tanta ostensão de riqueza por metro quadrado como o Principado do Mónaco. Mas, verdade seja dita, o espaço é apertado neste país de apenas dois quilómetros quadrados.

Bem conhecido pelos fãs de fórmula 1, é pelas ruas que fazem parte do Grande Prémio do Mónaco que vais poder descobrir algumas das joias locais como o Casino e a Ópera de Monte Carlo, o Jardim Exótico e o Jardim Japonês ou o Palácio do Príncipe do Mónaco.

O Museu Oceanográfico, cravado na encosta e voltado para o Mediterrâneo, vale a pena visitar pelas suas salas decoradas de espécimes marinhos e aquários.

Resta avisar: a opulência do Mónaco é proporcional aos preços que vais pagar! Uma refeição num restaurante barato para uma pessoa ronda os 30 euros e uma garrafa de água pequena pode custar por volta de 6 euros.

O que visitar: Casino de Monte Carlo, Museu Oceanográfico do Mónaco, Palácio do Príncipe do Mónaco, Jardim Exótico, Praia de Lavortto

Onde comer: Maison des Pates Monaco, Supernature, Piamu U Frescu, Boulangerie L’Épi d’Or, Chez Roger – Socca

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Menton

Menton

A última paragem antes da fronteira italiana, Menton tem o mesmo enquanto das outras cidades da Riviera, mas com um ambiente mais recatado e preços mais convidativos.

O pitoresco centro histórico, com casas pintadas de tons ocre e ruas apertadas, é o cenário perfeito para uma longa caminhada urbana. Aqui encontrarás a bela Basílica Saint-Michel Archange, o postal da cidade.

Para uma vista desafogada de Menton, sobe até ao cemitério de Vieux Château, não muito distante da basílica. Esta é a última morada de vários membros da aristocracia europeia, com mausoléus e esculturas que por si só valem a pena a subida.

O que visitar: Jardim Botânico Val Rahmeh, Basílica Saint-Michel Archange, Cemitério de Vieux Château, Promenade du Soleil, Museu Jean Cocteau

Onde comer: Traiteur Poivre Et Sel, La Petite Cave Creperie Bretonne, Gelataria Tutti Frutti Glaciers, Cocotte Café Menton, La Crêpe à l’Envers

Tempo necessário para visitar: 1 dia

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem, aconselhamos a IATI, com uma excelente gama de seguros, incluíndo aquela que é, provavelmente, a melhor cobertura do mercado. 

Se reservares connosco, através deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, dás-nos uma ajuda preciosa 🙂

Consulta do Viajante

Aconselhamos a marcar a tua consulta na Consulta do Viajante Online. Insere o código flamingo para teres 5% de desconto em consultas para 2 ou mais pessoas.

Tours & Atividades

Reserva já os teus tours ou atividades no Viator, do grupo Tripadvisor! E ao fazê-lo estás-nos a dar uma grande ajuda 🙂

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugestões de viagem