10 destinos assustadores para os viajantes mais corajosos ūüíÄūüėĪ

  • 30.10.2022 13:05
  • Bruno A.

Uma pequena amostra de alguns dos destinos mais assustadores do mundo, para que a tua rica mãezinha já tenha com que se preocupar quando marcares a tua próxima viagem.

Queres receber notifica√ß√Ķes acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Há quem viaje pela sensação de deslumbramento. Aquele momento em que o ar prende no peito, soltamos um ligeiro esgar de surpresa e nos permitimos ser absolutamente maravilhados pela grandeza do que estamos a assistir. Outros, viajam pelo descanso. A merecida recompensa, o sentimento de concretização e o escapismo depois de um ano inteiro de trabalho árduo.

Este post… não é para nenhum desses viajantes!

Seja por curiosidade mórbida ou por se tratarem de completos degenerados (hey, não te julgamos!), a atracção pelo sombrio e o macabro é praticamente intrínseca à condição da maioria dos seres humanos.

Assim sendo, e porque sabemos que não vais deixar de ler, apresentamos-te 10 destinos assustadores e fora-da-caixa, apenas à altura dos mais corajosos viajantes:

10 dos destinos mais assustadores do mundo

Aghdam, Nagorno-Karabakh (Arménia/Azerbaijão)

Quando pensamos em locais assombrados, provavelmente uma das primeiras coisas que nos vêm à mente são locais abandonados. Casas, edifícios, armazéns… há algo de inquietante no vazio e no silêncio ensurdecedor de um local que já teve vida.

Mas e se, ao inv√©s de um √ļnico elemento, estiv√©ssemos a falar de uma cidade inteira? E n√£o uma cidade ou vilazinha qualquer, mas a maior cidade abandonada do mundo! Situada na regi√£o de Nagorno-Karabakh, uma zona do C√°ucaso activamente disputada entre Arm√©nia e Azerbaij√£o, a cidade de Aghdam foi deixada completamente ao abandono desde o rebentar do conflito, em 1993.

Anteriormente uma cidade de maioria azeri, a população acabou por deixar a cidade depois da Arménia tomar controlo da região, fazendo de Aghdam a maior cidade-fantasma do mundo (à la Chernobyl). Hoje em dia, e depois do Azerbaijão recuperar o controlo de Nagorno-Karabakh após o retomar do conflito em 2020, Aghdam poderá voltar aos tempos antigos. O governo azeri já tem até planos para a reconstrução total da cidade, que incluirá edifícios residenciais, escolas, museus, parques e estradas. Até lá, os viajantes mais destemidos poderão visitar a cidade abandonada, sendo hoje em dia apenas possível a portugueses entrar em Nagorno-Karabakh a partir do Azerbaijão.

Isla de las Mu√Īecas, Mexico

Se j√° alguma vez te deparaste com uma foto deste s√≠tio, ent√£o sabes perfeitamente o porqu√™ de figurar nesta lista. Aparentemente sa√≠da do sonho rocambolesco do vil√£o Sid do Toy Story, a Isla de las Mu√Īecas √© um s√≠tio ‚Äúcreepy‚ÄĚ at√© mais n√£o.

Localizada nos sub√ļrbios da Cidade do M√©xico, num pequeno distrito recortado por v√°rios canais pantanosos, esta √© uma pequena ilhota artificial, totalmente populada por bonecas velhas, sujas e danificadas. No ch√£o, penduradas nas √°rvores, enterradas no solo ‚Äď em todo o lado!

De acordo com a lenda urbana, certo dia um fazendeiro local encontrou o corpo de uma crian√ßa, sua vizinha, a boiar perto de sua casa. Por coincid√™ncia, pouco depois encontrou uma boneca nas mesmas circunst√Ęncias. Pensando tratar-se de algum sinal ou apelo, o fazendeiro pegou na boneca e pendurou-a numa √°rvore, como sinal de mem√≥ria e respeito pela crian√ßa falecida. Infelizmente, a partir da√≠ o homem come√ßou a alegar ser alvo de assombra√ß√Ķes, e que a √ļnica forma de as apaziguar seria colocando mais e mais bonecas junto √† que tinha anteriormente pendurado. O resultado est√° √† vista. Um memorial com mais de 1500 bonecas, onde nem o pr√≥prio Chucky se atreveria a entrar!

Um pequeno detalhe para a despedida: em 2001, quando o fazendeiro morreu afogado, o seu corpo foi encontrado no mesmo local onde, 50 anos antes, havia encontrado o corpo da criança.

Transilv√Ęnia, Rom√©nia

Se h√° locais onde a realidade parece ultrapassar a mais mirabolante das fic√ß√Ķes, outros existem onde as lendas continuam a fazer parte do imagin√°rio de quem por l√° passa. Arrisco dizer que existem poucos s√≠tios onde isto se aplique t√£o bem quanto na Transilv√Ęnia, terras de Dr√°cula!

Uma regi√£o extremamente bonita, recheada de vilas pitorescas, casinhas coloridas e colinas verdejantes, os castelos e fortalezas que fazem da Transilv√Ęnia um destino tur√≠stico t√£o incr√≠vel s√£o curiosamente os mesmos que lhe d√£o uma aura de filme de terror ao vivo.

Mas nem tudo √© fic√ß√£o por terras de Dr√°cula. Afinal, o famoso Vlad Dracula, figura hist√≥rica na qual Bram Stoker baseou a sua ic√≥nica personagem, passou uma temporada na Transilv√Ęnia, prisioneiro no Castelo Corvin. Agora, s√©culos mais tarde, reza a lenda que os halls e salas do castelo est√£o assombrados, e que o esp√≠rito de Vlad permanece no majestoso edif√≠cio. N√£o sei quanto a voc√™s, mas c√° eu n√£o tenho grande vontade de ficar sozinho num quarto com o esp√≠rito de um tipo que ganhou o cognome de ‚ÄúO Empalador‚ÄĚ.

Cazaquist√£o, Uzbequist√£o e Turquemenist√£o, √Āsia Central

Devemos confessar que a nossa ideia original passava por incluir apenas um local desta regi√£o, mas a verdade √© que quanto mais pesquis√°vamos, mais nos aperceb√≠amos de que dava para fazer uma lista s√≥ com locais horripilantes situados na √Āsia Central.

Imaginem uma região super-isolada, sem acesso ao oceano, dominada ora por montanhas inóspitas, ora por uma estepe interminável. Agora acrescentem a isso o facto da região ter sido dominada durante décadas por uma ditadura repressiva, tecnologicamente avançada e extremamente sigilosa, à qual se seguia um conjunto de outras ditaduras, comandadas por maníacos com a mania do culto da personalidade. Sim, forma-se um caldeirão onde há muito para esconder, e não falta espaço onde fazê-lo.

Vamos a isso?! Uma cratera que arde h√° mais de 50 anos e que ganhou o t√≠tulo de ‚ÄúPorta do Inferno‚ÄĚ? Temos! Um local de testes onde a Uni√£o Sovi√©tica costumava detonar bombas nucleares? Temos! Um centro cosmon√°utico semi-abandonado com foguet√Ķes e tecnologia aeroespacial de ponta com mais de 50 anos? Temos! Um cemit√©rio de navios enferrujados no local de um dos maiores atentados ambientais de que h√° mem√≥ria? Temos! Cidades que parecem sa√≠das de um guia escrito pelo amigo Kim Jong-Un da Coreia do Norte? Temos!

Uma região verdadeiramente fascinante… em todos os sentidos do termo!

Os Caix√Ķes Suspensos de Sagada, Filipinas

Crimes horrendos e lendas antigas s√£o uma coisa, mas e quando aquilo que para n√≥s √© considerado assustador, para outros faz apenas parte da cultura/tradi√ß√£o? √Č precisamente isso que acontece com algumas tribos nativas da regi√£o de Sagada, no norte das Filipinas.

De acordo com as suas crenças, quanto mais alto for colocado o caixão de uma pessoa falecida, maior a probabilidade da mesma entrar em contacto com os espíritos ancestrais e chegar à vida eterna. Como tal, estes povos não enterram os seus mortos, optando antes por pendurar os cadáveres em precipícios ou outras superfícies em altura.

Para al√©m disso, as cerim√≥nias f√ļnebres e de homenagem podem durar v√°rias semanas, por isso, para evitar uma decomposi√ß√£o r√°pida, os corpos s√£o defumados e vestidos com as melhores roupas do defunto. Durante esse per√≠odo, a fam√≠lia vive literalmente com o cad√°ver dentro de portas.

Aquilo que pode parecer totalmente bizarro aos nossos olhos, para esta tribo √© um simples ritual passado ao longo de in√ļmeras gera√ß√Ķes. Um ritual semelhante ao que dita que n√≥s, ocidentais, devemos enterrar ou cremar os mortos enquanto rezamos a uma divindade pregada numa cruz.

Ossu√°rio de Sedlec, Rep√ļblica Checa

Conhecida como ‚ÄúA Igreja dos Ossos‚ÄĚ, o Ossu√°rio de Sedlec √© um local de culto situado bem no centro do territ√≥rio checo, a apenas 1 hora por terra de Praga. Como j√° deves ter intu√≠do pelo nome, o santu√°rio √© famoso por ter uma decora√ß√£o‚Ķ bem, incomum!

Completamente apetrechada de ossos humanos, estima-se a igreja esteja adornada com os restos mortais de mais de 40.000 pessoas. Aqui, praticamente todas as obras e objectos expostos são feitos de ossos, como os candelabros, os cálices ou os ostensórios, naquele que será possivelmente um dos melhores exemplos de arte macabra em todo o mundo.

Na realidade, esta pr√°tica come√ßou a ganhar popularidade depois de, no s√©culo XIII, o abade local espalhar no cemit√©rio da igreja a terra que havia recolhido do T√ļmulo de Cristo ap√≥s uma viagem a Jerusal√©m. Acreditando que a terra estaria assim aben√ßoada, aquele espa√ßo tornou-se extremamente concorrido e toda a gente queria ser ali sepultada. Como resultado, a igreja local sempre teve um excesso absurdo de cad√°veres e restos mortais, o que, em 1870, levou a que um entalhador local fosse encarregado de tentar fazer algo de art√≠stico com os ossos.

Agora, 150 anos mais tarde, é inegável que o homem tinha talento para a poda. Resta saber onde é que tinha ganho tanta prática!

Grand Marché de Dantokpa, Benim

Que tal um pouco de vudu para aligeirar o ambiente? Embora esta pr√°tica seja conotada com magia negra aqui no Ocidente (quem nunca viu o estere√≥tipo de espetar alfinetes em bonequinhos?), o vudu √© na realidade uma forma de express√£o religiosa bastante popular na √Āfrica Ocidental.

No entanto, e de acordo com as cren√ßas do vudu, s√£o muitas vezes necess√°rias partes espec√≠ficas de animais para que os anci√£es e praticantes possam completar os seus rituais religiosos. √Č a√≠ que entram os ‚Äúmercados de fetiches‚ÄĚ ‚Äď onde os seguidores da doutrina vudu podem conseguir esse tipo de s√≠mbolos/objectos.

Um dos melhores s√≠tios do mundo para assistir √† compra desses ‚Äúmateriais‚ÄĚ √© no Grande Mercado de Dantokpa, no Benim. Embora o mercado n√£o seja exclusivamente fetichista, √© famoso por ter uma enorme sec√ß√£o dedicada a esta categoria. E que tipo de artigos animalistas podem ser aqui comprados, perguntas tu? Tudo aquilo que a tua imagina√ß√£o possa conceber. Desde cabe√ßas de c√£es a dentes de macacos, passando por cascos de vaca, ratos e morcegos vivos ou peles de cobras e crocodilos. Vale tudo!

O resultado é um cenário chocante, um autêntico assalto aos cinco sentidos e um golpe emocional forte, especialmente para quem gostar muito de animais. No entanto, e do ponto de vista puramente observacional, é extremamente intrigante.

Floresta Aokigahara, Jap√£o

Poucas culturas são tão reverenciadas quanto a japonesa. Afinal, é fácil apreciar os valores de respeito, educação, trabalho ou comunidade pelos quais a nação nipónica é tão conhecida! No entanto, tudo isto faz com que seja fácil ignorar o lado mais negro de uma sociedade altamente reprimida.

Infelizmente, os japoneses continuam, ainda que involuntariamente, implac√°veis para com os seus compatriotas que n√£o podem ou n√£o conseguem encaixar no ‚Äúmolde‚ÄĚ que lhes √© imposto. Como resultado, o pa√≠s tem uma das mais altas taxas de suic√≠dio do mundo, alimentada por milhares de pessoas incapazes de servir uma sociedade formatada.

Situada nas imedia√ß√Ķes do Monte Fuji, a Floresta de Aokigahara tornou-se nos √ļltimos anos famosa por ser o local escolhido por muitos destes japoneses para p√īr fim √† pr√≥pria vida, ganhando por isso o ep√≠teto de ‚ÄúO Bosque dos Suic√≠dios‚ÄĚ. Como tal, n√£o √© de todo incomum o aparecimento de relatos de pessoas que acabam por descobrir cad√°veres enquanto passeiam pela floresta. Um destino √† medida dos mais corajosos na ‚ÄúTerra do Sol Nascente‚Ä̂Ķ mas o melhor √© mesmo visitar antes do sol se p√īr!

Ilha Poveglia, It√°lia

Ah, la bella Italia! Terra da pizza, do Coliseu e dos hospícios assombrados… Espera, como?! Sim, é verdade! Ali bem junto à costa veneziana, a Ilha Poveglia é famosa junto dos amantes de turismo obscuro como um dos locais mais assustadores do mundo.

Embora esteja hoje em dia vedada a visitantes, o edif√≠cio que podes ver na ilha ‚Äď um hospital ‚Äď serviu como esta√ß√£o de quarentena para cidad√£os que sofressem de Peste Negra ou outras doen√ßas altamente infecciosas. 100 anos depois, passou a ter outro prop√≥sito, n√£o propriamente menos inquietante: um hosp√≠cio psiqui√°trico!

Tendo em conta a quantidade de pessoas doentes e vulner√°veis que provavelmente sofreram horrores naquela ilha, √© bastante f√°cil ver o potencial de Poveglia no que toca a tornar-se um dos destinos mais assustadores do mundo. Da pr√≥xima vez que andares de g√īndola em Veneza, j√° sabes onde pedir para parar!

Repartição das Finanças, Portugal

“√ď, v√≥s que entrais,¬†abandonai toda a esperan√ßa” – Dante Alighieri¬†

Fechamos com o local que mais amedronta os portugueses. O sítio onde os ponteiros do relógio parecem paralisar quando estamos à espera, onde o dinheiro que estava bem à nossa frente inexplicavelmente desaparece e no qual parece faltar sempre um documento que jurávamos a pés juntos que tínhamos.

Se isto não é assombração, então eu não sei o que é!

E agora um pouquinho mais a s√©rio…

Sanatório de Mont’Alto, Portugal

Agora sim, terminamos com uma inscri√ß√£o portuguesa. Afinal, se √© para assombra√ß√Ķes, n√≥s n√£o ficamos atr√°s de ningu√©m!

Situado em Gondomar, o Sanat√≥rio de Mont‚ÄôAlto era o local para onde os doentes de tuberculose do distrito do Porto eram transferidos at√© recuperarem. Embora houvesse lugar para 50 pacientes, dizem os relat√≥rios que o sanat√≥rio chegou a albergar at√© 350 pessoas em simult√Ęneo. Naturalmente, nem √© preciso dizer que as perspectivas de recupera√ß√£o n√£o eram as mais animadoras!

Agora, quase 50 anos volvidos do seu encerramento, o edif√≠cio foi deixado ao abandono, completamente vandalizado e ‚Äď diz quem viu ‚Äď assombrado pelos esp√≠ritos dos que l√° pereceram. Bem, mais um item a adicionar √† lista de motivos para ir (ou n√£o) a Gondomar!

Tours & Atividades

Reserva j√° os teus tours ou atividades no¬†Viator, do grupo Tripadvisor! E ao faz√™-lo est√°s-nos a dar uma grande ajuda ūüôā

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem, aconselhamos a IATI, com uma excelente gama de seguros, incluíndo aquela que é, provavelmente, a melhor cobertura Covid-19 do mercado. 

Se reservares connosco, atrav√©s deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, d√°s-nos uma ajuda preciosa ūüôā

Queres receber notifica√ß√Ķes acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugest√Ķes de viagem