Guia de viagem de Atenas – Roteiro de 3 dias na capital grega 🇬🇷

  • 08.08.2023 18:45
  • Bruno A.

Guia de viagem de Atenas que inclui informações acerca de hotéis, restaurantes e transportes entre aeroportos e cidade, bem como um roteiro completo de 72 horas. O itinerário menciona tudo o que ver e fazer em Atenas em 3 dias, com destaque para as principais atracções e pontos turísticos.

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Olhada como um dos berços da civilização ocidental moderna, lar da democracia e da filosofia, Atenas é um destino verdadeiramente especial. Uma metrópole com mais de 3000 anos de história, estas são as mesmas ruas que viram deambular personagens como Sócrates ou Péricles, ao mesmo tempo que testemunhavam o nascimento e queda de vários impérios.

Se é verdade que muitos optam por ir directamente para as muitas ilhas gregas sem colocarem sequer um pé na capital do país, tantos outros fazem questão de dedicar algum do seu tempo àquela que é uma das cidades mais antigas do mundo. E com razão – da escadaria da lendária Acrópole, a mais popular e turística de todas as atracções atenienses, às ruelas do distrito de Plaka, esta vibrante e agitada cidade milenar tem muito para oferecer!

Posto isto, convidamos-te a ler o nosso guia de viagem de Atenas e descobrir o que de melhor a capital grega tem à tua espera, incluindo hotéis, restaurantes, dicas de segurança e ainda um roteiro completo de 3 dias com tudo o que deves visitar em Atenas.

Guia de Viagem de Atenas, Grécia

Como chegar a Atenas – Voos desde Portugal

Tratando-se da capital do país, Atenas é naturalmente servida pelo maior aeroporto de toda a Grécia: o Aeroporto Internacional Eleftherios Venizelos.

Partindo de Portugal, existem voos directos a partir de Lisboa (Aegean Airlines e Easyjet) e Porto (Aegean Airlines).

Melhor altura para visitar Atenas

À semelhança de outros destinos europeus, a melhor altura para visitar Atenas coincide com a chamada “shoulder-season”, normalmente correspondente aos meses de Primavera e Outono. Embora estes meses sejam mais propensos ao aparecimento de aguaceiros, esta ínfima possibilidade continua a ser um mal menor quando comparada com as temperaturas extremas do resto do ano.

No entanto, e atendendo à sazonalidade da Grécia enquanto destino turístico, são muitos os que visitam Atenas no pico do Verão, no caminho (ou regresso) para as ilhas helénicas. Embora seja perfeitamente possível desfrutar da capital grega neste período, são inegáveis os efeitos negativos do calor extremo, dos níveis de poluição acima da média europeia e da confusão constante. O mesmo se aplica às filas para compra de bilhetes e entrada nos principais pontos turísticos, com o tempo de espera a aumentar exponencialmente. De qualquer das formas, e se a questão passa por ir no Verão ou não ir de todo, a resposta é fácil – vai!

Documentos necessários para visitar Atenas

Uma vez que continuarás dentro da União Europeia, não te é exigida a apresentação de passaporte para poderes viajar, bastando apenas que estejas na posse de cartão de cidadão válido.

Descobre mais: Vais viajar e tens o Passaporte ou Cartão de Cidadão caducado ou perdido? Vê aqui o que podes fazer

Carṭo SIM em Atenas РRoaming em viagem

Estando o país vinculado às regras de roaming da UE, não te será cobrada qualquer taxa de roaming durante a tua visita a Atenas.

Assim sendo, poderás simplesmente utilizar o teu cartão (quase) como se estivesses em Portugal (os dados das apps que as operadoras portuguesas contam num plafond separado, passam a contar para o teu plafond principal de dados. Isto significa que se tiveres 5GB de dados + 15GB para apps, enquanto estiveres em Bilbau esses dados vão ser retirados aos 5GB e não aos 15GB).

Dinheiro em Atenas – Taxas bancárias e orçamento de viagem

Uma vez que a Grécia faz parte da Zona Euro, o conjunto de países onde é utilizada a moeda única, poderás utilizar o teu cartão de crédito/débito português para fazer levantamentos e pagamentos no destino sem que te seja cobrada qualquer taxa de conversão.

Assim sendo, terás apenas que ter em atenção potenciais taxas cobradas pelo banco emissor da própria caixa automática onde fizeres o levantamento. Contudo, e sempre que haja lugar ao pagamento de qualquer comissão deste tipo, essa informação é descortinada antes de confirmares o levantamento, o que significa que podes sempre cancelá-lo e procurar outra caixa. Tem especial atenção às caixas da Euronet, que cobram uma comissão fixa por levantamento com cartão estrangeiro.

Por outro lado, se precisas de ajuda a manter o orçamento de viagem sob controlo, recomendamos neste guia de viagem de Atenas a utilização do cartão Revolut. Ainda que neste país não possas usufruir da principal vantagem deste produto – levantamentos em moeda estrangeira sem taxas de conversão – continua ainda assim a ser uma ferramenta útil.

Através da aplicação do banco online, terás acesso imediato a todos os gastos e ao saldo da tua conta, monitorizando assim os teus gastos diários. Para além disso, poderás carregar o cartão apenas com o valor que esperas gastar (por dia ou na viagem), evitando assim que gastes mais do que aquilo que esperavas e limitando também o valor que podes perder em caso de roubo ou fraude.

Descobre mais: Dicas para viajantes: Tudo que precisas de saber sobre o Cartão Revolut

Segurança em Atenas – esquemas e burlas mais comuns em Atenas

À semelhança de cidades como Nápoles, Marselha ou Belgrado, também Atenas tem a fama de ser um local onde, especialmente fora do centro, alguns bairros/quarteirões possam apresentar um ar ligeiramente duvidoso. No entanto, tem em atenção que, pelo menos no caso Ateniense, esta é apenas uma questão de perspectiva, até porque o país é tido como um destino turístico bastante seguro.

Assim sendo, bastar-te-á utilizar apenas o senso comum e não terás problemas de maior. Cuidado com os veículos sem taxímetro, tem especial atenção aos teus pertences em zonas movimentadas e nunca aceites ajudas de ninguém quando estiveres a utilizar o multibanco. No fundo, não faças nada que não farias em nenhuma outra cidade do mundo! Também junto às zonas mais turísticas, tem especial cuidado com os menus dos cafés/restaurantes. Existem vários relatos online de clientes que fizeram os seus pedidos com base nas sugestões do empregado e sem consultar o menu, acabando com uma desagradável surpresa ao ver a conta.

Onde dormir em Atenas – Melhores hotéis e Alojamentos em Atenas

Na sequência da grave crise que o país atravessou durante o início da década passada, os preços em Atenas tendem a ser bastante mais simpáticos quando comparados com a generalidade da Europa Ocidental e do Sul. Não obstante, e pelo menos para o bolso português médio, este não pode ser caracterizado como um destino “barato” na acessão habitual do termo. Ainda assim, no que toca a alojamentos, é perfeitamente possível encontrar boas opções.

Posto isto, e se estás a priorizar a busca de um sítio para dormir na capital grega, deixamos-te uma sugestão para cada categoria de classificação no nosso guia de viagem de Atenas:

Nota: Se usares os links acima para fazer as reservas do teu alojamento, estás-nos a dar uma ajuda preciosa sem pagar mais por isso 🙂

Transporte entre o aeroporto e o centro de Atenas

A melhor forma de viajar entre o aeroporto e o centro de Atenas passa por utilizar o sistema local de metro. Ligada ao terminal de partidas por uma passagem coberta (apenas tens que seguir as placas), a paragem de metro do aeroporto fica a uma distância de cerca de 40 minutos da Praça Syntagma, no coração da cidade. O metropolitano opera diariamente entre as 06h30 e as 23h30, com um novo veículo a partir rumo ao centro a cada 35 minutos. O preço da viagem é de 9,00€ (ou 16,00€ ida-e-volta).

Por outro lado, se aterrares na cidade fora do horário de operação do metro, podes sempre recorrer ao autocarro X95, também ele com destino à Praça Syntagma. Estes veículos partem junto ao Terminal de Chegadas e operam em regime de 24/7, com a viagem a ter uma duração de cerca de 60 minutos (dependendo das condições de trânsito). Os bilhetes podem ser comprados directamente ao motorista e têm o custo de 5,50€.

De salientar que comprando o passe turístico de 3 dias (mais sobre isso abaixo), as viagens de ida e volta para o aeroporto, quer de autocarro como de metro, estão incluídas.

Por fim, podes sempre recorrer aos serviços privados de um táxi, embora a mesma viagem te vá custar entre 40€-55€.

Guia de viagem de Atenas – Transportes públicos em Atenas

Embora Atenas seja servida por uma rede de transportes relativamente abrangente e diversificada, que inclui autocarros, comboios urbanos e eléctricos, a verdade é que o seu centro histórico é relativamente compacto, sendo perfeitamente possível caminhar entre todas as principais atracções.

Ainda assim, e caso precises de utilizar transportes públicos, é provável que não vás para além do metro, uma vez que os restantes meios de transporte são quase exclusivamente frequentados por locais, ligando o centro e as áreas empresariais da capital grega aos subúrbios onde reside a maioria da população.

Metro de Atenas – Mapa, preços e bilhetes diários

Considerando a dimensão e população da cidade, não deixa de ser surpreendente o facto de que o metro de Atenas seja apenas composto por 3 linhas distintas, estando uma expansão programada para o final da década corrente. Não obstante, a rede cobre praticamente todo o centro histórico da capital grega, sendo por isso bastante útil do ponto de vista turístico.

O metro está disponível diariamente, operando entre as 05h00 e a meia-noite, sendo o horário prolongado até à 02h00 durante as noites de 6ª e sábado.

No que toca aos bilhetes, cada título único tem o custo de 1,20€, permitindo-te trocar de linha e percorrer qualquer percurso entre duas estações durante uma janela de validade de 90 minutos. No entanto, esta tarifa não é aplicável ao percurso entre a cidade e o aeroporto (pf ver preços acima).

Para além disso, todos os bilhetes são igualmente válidos em autocarros e eléctricos. Relativamente ao tipo de bilhetes disponíveis, poderás optar por simplesmente comprar bilhetes recarregáveis em papel ou por fazer um Athena Card anónimo, que poderás depois ir carregando com várias viagens adequadas às tuas necessidades. As únicas diferenças entre ambos os títulos são que, no caso do cartão plástico, podes fazer carregamentos sempre que te seja conveniente, ao passo que no de papel, apenas o poderás fazer quando o bilhete já não tiver qualquer saldo/viagem e que o cartão de plástico terá de ser pedido numa bilheteira, enquanto o cartão de papel está disponível nas máquinas automáticas, por toda a cidade.

Podes comprar estes bilhetes logo na estação de Metro do Aeroporto, 

Mediante o número de viagens que carregues no teu cartão, o preço unitário poderá variar:

  • 1 viagem: 1,20€
  • 2 viagens: 2,30€
  • 5 viagens: 5,70€
  • 11 viagens: 12,00€

No entanto, se contas utilizar o metro de forma recorrente, então poderá valer a pena analisar as ofertas diárias e multi-diárias da plataforma:

  • Passe Diário: 4,10€
  • Passe 5 Dias: 8,10€
  • Bilhete Turístico 3 dias: 20,00€ (inclui viagem ida-e-volta entre aeroporto e centro)

Tem em atenção que, após a primeira validação, o passe é válido durante um período ininterrupto de 24, 72 ou 120 horas (consoante a tua escolha). Isto significa que se validares um bilhete de 24h às 14h00 de Sábado, o título será válido até às 13h59 de Domingo (e não apenas até às 23h59 de Sábado).

Free walking tours de Atenas

Em Atenas, podes optar por explorar o centro com recurso a um free walking tour. Administrados por empresas ou guias locais, estes tours consistem em visitas guiadas pelos quarteirões históricos, no qual te vão contando as histórias de cada sítio e providenciando um importante contexto cultural. Embora os tours sejam, de facto, gratuitos, mandam os bons costumes que no final cada pessoa dê uma gorjeta ao guia como compensação pelo seu trabalho. No caso de Atenas, o valor mínimo aceitável deverá rondar os 5,00€.

Posto isto, aqui estão algumas empresas que organizam free walking tours em Atenas:

Tesouros Escondidos de Atenas

Com 3 dias em Atenas, e embora haja muito para ver e visitar na cidade, é possível passar a fio as principais atracções atenienses (e ainda completar uma day trip).

Não obstante, para tornar a tua experiência ainda mais rica, tomámos a liberdade de mencionar alguns sítios menos óbvios que deverás juntar à tua lista de coisas para ver e fazer em Atenas:

Fortaleza de Kaisariani – Actualmente ocupada por um conhecido mosteiro ortodoxo, a Fortaleza de Kaisariani foi um dos primeiros locais de culto à Deusa Afrodite. A sua construção muralhada ajudou a garantir que, mesmo durante a longa ocupação otomana, o mosteiro continuasse em funcionamento, sendo também por isso um símbolo de resistência.

Monte Licabeto – Situado parcos quilómetros a oeste do centro histórico, o Monte Licabeto é o lar daquela que é provavelmente a melhor vista em toda a capital grega. Apesar de ser possível caminhar até ao topo do monte, a maioria dos visitantes opta por apanhar o funicular.

Museu Bizantino – Um espaço extremamente interessante que retrata todo o legado histórico e cultural deixado pelos romanos, nos tempos em que a Grécia fazia parte do poderoso e gigantesco Império Bizantino.

Pnyx – Uma das várias colinas centrais de Atenas, a Pnyx costuma ser deixada para segundo plano em virtude das mais populares Colina de Areópago e Colina de Philopappos. Vistas semelhantes, mas com substancialmente menos turistas!

Monte Strefi – A última das 7 colinas históricas de Atenas, o Monte Strefi fica situado entre o Museu Arqueológico e o Monte Licabeto. Possivelmente, a elevação central menos visitada da capital helénica.

Roteiro de 3 dias em Atenas

Pese embora a sua dimensão e história, Atenas é uma cidade onde os principais pontos turísticos se concentram num local bastante compacto, permitindo-te ficar a conhecer razoavelmente bem as redondezas. Como resultado, 2 dias bastar-te-ão para que visites as grandes atracções da cidade, libertando-te assim 24 horas para uma day trip (ou bate-volta) até ao complexo de templos de Delphi.

Posto isto, fica com o nosso guia de viagem e descobre o que ver e fazer em Atenas em 3 dias:

Guia de viagem de Atenas: Dia 1 – Acrópole de Atenas e o Quarteirão de Plaka

Não adianta adiar o inevitável: se vens a Atenas, a famosa cidadela da Acrópole (Bilhetes: 20,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 10,00€ de 1 Novembro a 31 de Março) tem que estar no topo da tua lista de afazeres! Considerado o epicentro da Grécia Antiga, com o famoso Templo de Parthenon a destacar-se como a mais conhecida de todas as suas estruturas, a Acrópole de Atenas é, verdadeiramente, uma das grandes atracções turísticas mundiais! Depois de percorreres o complexo, e quando o calor começar a apertar, podes refugiar-te no Museu da Acrópole (Bilhetes: 15,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 10,00€ de 1 Novembro a 31 de Março) e descobrir uma das maiores e mais ricas colecções arqueológicas da Grécia Antiga em todo o mundo. Quando tudo estiver visto e revisto, e para marcar a despedida da Acrópole, recomendamos uma subida à Colina de Areópago para a fotografia mais emblemática da cidadela.

Ao desceres pela encosta norte da Acrópole, irás então dar entrada no quarteirão de Plaka, o distrito mais turístico e pitoresco de toda a capital grega. Aqui, os edifícios são antigos e as ruas pedestrianizadas: uma espécie de “Cidade Velha de Atenas”. Ao explorares os recantos, deverás visitar a Igreja Metamórfosis e a Igreja de Kapnikaréa, bem como a Praça Monastiraki e a sua Mesquita Tzistarakis. De resto, é também neste quarteirão que encontrarás a Ágora Romana (Bilhetes: 8,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 4,00€ de 1 Novembro a 31 de Março) outro dos locais arqueológicos mais populares de Atenas. Tal como o nome indica, este complexo foi construído pelo império Bizantino (romano), e as ruínas mais famosas pertencem à antiga Biblioteca de Adriano (6,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 3,00€ de 1 Novembro a 31 de Março). Adjacente ao complexo romano, encontrarás a maior e mais impressionante Ágora Antiga de Atenas (10,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 5,00€ de 1 Novembro a 31 de Março), o local onde era organizado o maior mercado ateniense, e o principal centro de administração da Grécia Antiga, onde funcionavam teatros, edifícios governativos e até tribunais! Das muitas estruturas espalhadas pelo recinto, as mais visitadas correspondem à Estoa de Átalo e ao Templo de Hefesto.

Resumo do 1º dia:

  • Acrópole de Atenas (Parthenon)
  • Museu da Acrópole
  • Colina de Areópago
  • Plaka
  • Igreja Metamórfosis
  • Igreja de Kapnikaréa
  • Praça Monastiraki
  • Mesquita Tzistarakis
  • Ágora Romana (Biblioteca de Adriano)
  • Ágora Antiga de Atenas (Estoa de Átalo e Templo de Hefesto)

Restaurantes baratos em Atenas – Onde comer Zona de Plaka e Anafiotika:

Guia de viagem de Atenas: Dia 2 – Os Museus de Atenas e o Monte Licabeto

Para o teu segundo dia em Atenas, irás afastar-te um pouco da Acrópole e dar início à tua manhã no fabuloso Museu Arqueológico Nacional (Bilhetes: 12,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 6,00€ de 1 Novembro a 31 de Março), considerado um dos melhores museus de antiguidades do planeta. Ao todo, são mais de 10.000 artefactos espalhados por 5 colecções distintas, detalhando a criação e evolução da antiga civilização helénica. Antes de avançares para o museu seguinte, recomendamos que faças uma pausa e subas ao Monte Licabeto, onde poderás desfrutar da melhor vista em toda a cidade. Embora seja possível caminhar até ao topo, poderás simplesmente apanhar o funicular (10,00€ ida-e-volta). Tal como prometido, segue-se então uma visita ao Museu Bizantino (8,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 4,00€ de 1 Novembro a 31 de Março). Afinal, a Grécia esteve durante vários séculos sob o jugo do Império Romano, tendo o mesmo deixado um gigantesco legado histórico e cultural, apropriadamente retratado neste espaço.

Depois de almoço, é tempo de voltar à Grécia Antiga e descobrir os restantes complexos arqueológicos de Atenas. Para algo ligeiramente diferente, começamos com o Estádio Panatenaico (Bilhetes 10,00€), o local onde foram organizados os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna, em 1896. Na realidade, a versão actual é uma gigantesca remodelação do estádio com mais de 2000 anos onde costumavam ter lugar os Jogos Panatenaicos, um evento desportivo quadrienal da Grécia Antiga que serviu de percurso aos Jogos Olímpicos actuais. Depois de visitado o histórico estádio, segue-se o Olympieion (8,00€ de 1 de Abril a 31 de Outubro; 4,00€ de 1 Novembro a 31 de Março), também conhecido como o Templo de Zeus Olímpico. No seu auge, este templo era ainda maior e mais impressionante que o Parthenon (em plena Acrópole), sendo necessárias 100 colunas gigantes em mármore para suportar toda a estrutura! Infelizmente, apenas 15 exemplares sobreviveram, sendo ainda assim possível perceber a magnitude do local. Por fim, e para te despedires de Atenas propriamente dita (o dia seguinte será passado fora da cidade), tira a foto da praxe na Praça Syntagma, onde os soldados e as suas famosas vestimentas guardam o Túmulo do Soldado Desconhecido, bem em frente ao Parlamento Helénico. O render da guarda tem lugar diariamente às 11h00, pelo que, se fizeres mesmo questão de assistir ao ritual, podes simplesmente trocar a ordem do dia e começar na praça.

NOTA: Se vais cumprir este roteiro e visitar todos os locais arqueológicos mencionados, então o melhor é comprares um Combined Ticket. Este ingresso tem o valor de 30,00€ e permite-te visitar, num intervalo de 5 dias, a Acrópole, a Ágora Antiga de Atenas, a Ágora Romana, a Biblioteca de Adriano e o Olympieion. Se a tua visita tiver lugar entre 01 de Abril e 31 de Outubro, estarás a poupar 22,00€ por pessoa ao adquirires este bilhete combo, comparativamente à compra de ingressos individuais para cada uma destas 5 atracções.

Podes comprar este bilhete online, através do site oficial do Ministério da Cultura da Grécia.

Resumo do 2º dia:

  • Museu Arqueológico Nacional
  • Monte Licabeto
  • Museu Bizantino
  • Estádio Panatenaico
  • Olympieion
  • Praça Syntagma

Restaurantes baratos em Atenas – Onde comer nas Zonas de Dexameni, Stadio e Makrygianni:

Guia de viagem de Atenas: Dia 3 – Day Trip a Delphi

Para o teu último dia na capital da nação, irás deixar as malas no hotel e passar o dia na insuspeita Delphi. Situada a sudoeste do Monte Parnaso, a menos de 200 km de Atenas, a vila é conhecida pelos seus fantásticos locais arqueológicos, tendo servido como um importante local de peregrinação desde o ano de 800 a.C. Para a deslocação, terás que recorrer aos autocarros da KTEL que partem do Terminal de Autocarros B de Atenas. A viagem tem a duração de cerca de 3 horas e cada bilhete custa 15,00€ (30€ ida-e-volta), com o primeiro veículo a sair de Atenas às 8h30 (e depois às 10h30) e a regressar de Delphi às 15h00 e às 18h00. É longo, mas vale a pena!

Chegado a Delphi (ou Delfos), a tua primeira paragem terá lugar no incontornável Local Arqueológico de Delphi (12,00€), um complexo fabuloso repleto de ruínas da Grécia Antiga. É aqui que importa fazer um aparte e explicar a razão pela qual Delphi se tornou tão conhecida. Reza a lenda que a cidade era guardada por uma serpente gigante, até que Apolo (Deus do Sol) e matou, tendo o seu corpo caído numa gigantesca fenda. Ao decompor-se, o corpo da serpente ia soltando vapores místicos, sendo que quem se sentasse sobre a fenda e recebesse esses fumos prontamente ficaria possuído pelo espírito de Apolo, servindo de ponte entre o mundo terreno e o mundo divino. Assim nasceu a popularidade do Oráculo de Delphi. De acordo com a história, esse papel era desempenhado por uma sacerdotisa que se dizia em constante contacto com Apolo e com a serpente, recebendo milhares de peregrinos todos os anos para que ela lhe pudesse ler a sorte e dar conselhos sobre o futuro. Essa mulher, de nome Pythia, vivia precisamente neste local, residindo em pleno Templo de Apolo.  Para além do templo, este local arqueológico contempla ainda o Anfiteatro Antigo, o Estádio Arqueológico e o Edifício da Tesouraria Ateniense.

Já fora do complexo, poderás ver em primeira mão a Fonte de Kastalia, na qual todos os peregrinos de deviam banhar antes de consultar o Oráculo, bem como o Santuário de Athena Pronaia, que habitualmente servia de paragem inicial para rezas e tributos, antes da chegada ao Templo de Apolo. Antes de regressares a Atenas, e se ainda tiveres umas horas para queimar até ao autocarro, recomendamos também uma visita ao Museu Arqueológico de Delphi (12,00€).

Resumo do 3º dia:

  • Local Arqueológico de Delphi (Templo de Apolo, Anfiteatro Antigo, Estádio Arqueológico e Edifício da Tesouraria Ateniense)
  • Fonte de Kastalia
  • Santuário de Athena Pronaia
  • Museu Arqueológico de Delphi

Restaurantes baratos em Delphi:

Mais que 3 dias em Atenas? Então vale a pena dar uma vista de olhos nestas day trips

Meteora – Porventura o destino mais conhecido da Grécia continental depois de Atenas, os emblemáticos Mosteiros de Meteora são um local absolutamente inacreditável. Construídos no topo de pilares granísticos, alguns deles a uma altura superior a 500 metros, estes edifícios eram habitados por monges e heremitas, totalmente isolados da restante população. Embora seja tecnicamente possível visitar Meteora em apenas 1 dia partindo de Atenas, e experiência será mais agradável se optares por passar uma noite na vila. Seja como for, este é um destino obrigatório em terras gregas.

Micenas, Nafplio e Epidauro – Um espectacular 3-em-1! Enquanto que em Micenas e Epidauro encontrarás fabulosas ruínas arqueológicas, com destaque para a lendária cidade de Agamemnon na primeira e para o Teatro Antigo da segunda, a cidade de Nafplio reserva-te uma experiência mais romântica e pitoresca, marcada por um conjunto eclético de monumentos helénicos, fortalezas venezianas e construções otomanas.

Cabo Soúnion (Riviera de Atenas) – Conhecida como a Riviera de Atenas, esta zona costeira com cerca de 100 km estende-se até ao dramático Cabo Soúnion, onde as ruínas do Templo de Poseidon vigiam as águas do Mediterrâneo. Pelo caminho, vale a pena parar na cidade de  Lavrio e no Lago Vouliagmeni.

Golfo Sarónico (ilhas de Egina e Agistri) – Polvilhado com um vasto conjunto de pequenas ilhas, o Golfo Sarónico é uma excelente opção para uma day trip de cariz mais relaxado. Destas, sugerimos a visita à Ilha de Egina (40 minutos do Porto de Piraeus), conhecida pelo fabuloso Templo de Athena Alphaia; e à Ilha de Agistri (60 minutos do Porto de Piraeus), famosa pelas suas praias.

Corinto – Considerado o principal ponto de acesso à região do Peloponeso, a actual versão moderna de Corinto repousa sobre os inúmeros vestígios da sua versão antiga, outrora uma das cidades mais prósperas do império. Hoje em dia, é possível explorar a sua história e visitar a zona arqueológica da Velha Corinto, o Templo de Apolo e a fortaleza de Acrocorinth.

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem recomendamos a Heymondo, que tem aquela que é, para nós, a melhor gama de seguros da atualidade, com uma relação qualidade-preço imbatível, e que inclui também cobertura para os teus equipamentos eletrónicos.

Se reservares connosco, através deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, dás-nos uma ajuda preciosa 🙂

Consulta do Viajante

Aconselhamos a marcar a tua consulta na Consulta do Viajante Online. Insere o código flamingo para teres 5% de desconto em consultas para 2 ou mais pessoas.

Tours & Atividades

Reserva já os teus tours ou atividades no Viator, do grupo Tripadvisor! E ao fazê-lo estás-nos a dar uma grande ajuda 🙂

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugestões de viagem