Guia de viagem do Luxemburgo + Roteiro de 2 dias no Grão-Ducado 🏰🇱🇺

  • 12.12.2022 19:20
  • Bruno A.
Luxemburgo

Guia de viagem do Luxemburgo. Um artigo detalhado que inclui informações acerca de transportes públicos, hotéis e restaurantes, bem como um roteiro completo de 2 dias no país, com todas as atracções e pontos turísticos descriminados.

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Apesar de ser um dos países mais pequenos do continente europeu, o Luxemburgo tem há muito um cantinho especial no imaginário colectivo português. Casa de uma das maiores comunidades de imigrantes portugueses no mundo, que constitui uns impressionantes 16% da população, o Luxemburgo é um país estrangeiro que não nos parece estranho. Diferente, mas ao mesmo tempo familiar. Frio, mas ao mesmo tempo acolhedor.

Talvez devido a esta dissonância cognitiva, o país tem vindo a receber cada vez mais atenção por parte do mercado turístico português, isto para não falar dos inúmeros visitantes que vão ao Luxemburgo visitar familiares e acabam por aproveitar para conhecer um pouquinho melhor a nação que os acolheu.

Quer pertenças ao primeiro ou ao segundo grupo, e se já tens voo marcado para o Grão-Ducado, queremos ajudar-te com o nosso guia de viagem do Luxemburgo. Com informações úteis que incluem um roteiro de 2 dias e dicas sobre hotéis, restaurantes e transportes públicos, deixamos-te aqui a papinha toda feita!

Guia de viagem do Luxemburgo

 

Como chegar ao Luxemburgo – Voos desde Portugal

Dada a sua reduzida dimensão, não surpreende que a pequena nação seja servida por um único aeroporto internacional: o Aeroporto do Luxemburgo.

Igualmente sem surpresa, considerando a quantidade absurda de portugueses e lusodescendentes no Luxemburgo, é possível voar para o país a partir de vários pontos de Portugal: de Lisboa (Easyjet, Luxair, Ryanair e TAP), Porto (Easyjet, Luxair, Ryanair e TAP), Faro (Luxair e Ryanair) e Funchal (Luxair).

Qual a melhor altura para visitar o Luxemburgo?

À semelhança da generalidade dos países europeus, a melhor altura para visitar o Luxemburgo corresponde aos meses de Primavera, Verão e de início de Outono no hemisfério norte, com especial destaque para o período entre Maio e Outubro, quando a probabilidade de apanhares dias quentes e solarengos é substancialmente maior. Também de acordo com o nosso guia de viagem do Luxemburgo, outra altura excelente para visitar o país corresponde à época de Natal, quando a capital organiza um dos melhores mercados de Natal da Europa.

Infelizmente, estas são também as alturas onde os preços de voos e alojamento tendem a ser maiores (até pelo regresso temporário da diáspora a Portugal), o que é definitivamente um factor a ter em conta num país já de si bastante pesado na carteira.

Documentos necessários para a tua viagem ao Luxemburgo

Sendo parte integrante da União Europeia, e um dos fundadores, para entrar no Luxemburgo basta apenas apresentar Cartão de Cidadão válido.

Descobre mais: Vais viajar e tens o Passaporte ou Cartão de Cidadão caducado ou perdido? Vê aqui o que podes fazer

Roaming na viagem para o Luxemburgo

Estando o país vinculado às regras de roaming da UE, não te será cobrada qualquer taxa de roaming ao utilizares o teu telemóvel no Luxemburgo.

Assim sendo, poderás simplesmente utilizar o teu cartão (quase) como se estivesses em Portugal (os dados das apps que as operadoras portuguesas contam num plafond separado, passam a contar para o teu plafond principal de dados. Isto significa que se tiveres 5GB de dados + 15GB para apps, enquanto estiveres Reino Unido esses dados vão ser retirados aos 5GB e não aos 15GB).

Tudo que precisas de saber acerca de Roaming, Dados Móveis e Cartões SIM📱🌎

Como levantar dinheiro durante uma viagem ao Luxemburgo – Taxas e orçamento de viagem

Uma vez que o Luxemburgo faz parte da Zona Euro, o conjunto de países onde é utilizada a moeda única, poderás utilizar o teu cartão de crédito/débito português para fazer levantamentos e pagamentos no destino sem que te seja sobrada qualquer taxa de conversão.

Assim sendo, terás apenas que ter em atenção potenciais taxas cobradas pelo banco emissor da própria caixa automática onde fizeres o levantamento. Contudo, e sempre que haja lugar ao pagamento de qualquer comissão deste tipo, essa informação é descortinada antes de confirmares o levantamento, o que significa que podes sempre cancelá-lo e procurar outra caixa. Tem especial atenção às caixas da Euronet, que cobram uma comissão fixa por levantamento com cartão estrangeiro.

Por outro lado, se precisas de ajuda a manter o orçamento de viagem sob controlo, recomendamos neste guia de viagem do Luxemburgo a utilização do cartão Revolut. Ainda que neste país não possas usufruir da principal vantagem deste produto – levantamentos em moeda estrangeira sem taxas de conversão – continua ainda assim a ser uma ferramenta útil.

Através da aplicação do banco online, terás acesso imediato a todos os gastos e ao saldo da tua conta, monitorizando assim os teus gastos diários. Para além disso, poderás carregar o cartão apenas com o valor que esperas gastar (por dia ou na viagem), evitando assim que gastes mais do que aquilo que esperavas e limitando também o valor que podes perder em caso de roubo ou fraude.

Descobre mais: Dicas para viajantes: Tudo que precisas de saber sobre o Cartão Revolut

Guia de viagem do Luxemburgo – cuidados a ter com esquemas e burlas

Uma vez que o Luxemburgo é um dos países mais seguros e ricos do mundo, proporcionando à sua população uma qualidade de vida difícil de encontrar noutros locais, é extremamente difícil deparares-te com algum esquema ou burla que vise turistas.

Por uma questão de precaução, é sempre melhor que estejas atento aos teus bolsos e pertences em zonas muito movimentadas, particularmente junto à Estação Central do Luxemburgo (Gare Lëtzebuerg). Para além disso, não aceites ajuda de ninguém ao utilizar o multibanco, nem entres em nenhum táxi sem que o taxímetro esteja ligado, caso contrário poderás ter uma surpresa desagradável no final da viagem.

Onde dormir no Luxemburgo – Hotéis e Alojamentos

Conforme referimos, e tendo em conta que este é um dos países mais caros do Velho Continente, o preço do alojamento no Luxemburgo – aqui com especial foco na capital – tende a ser particularmente elevado. De acordo a plataforma de especialidade Champion Traveler, uma noite no Luxemburgo custa em média cerca de 119€, com os hotéis de maior gabarito (4 e 5 estrelas) a variarem entre os 126€ e os 180€/noite.

Assim, deixamos abaixo uma sugestão de alojamento na Cidade do Luxemburgo para cada nível de serviço, com um preço por noite abaixo ou dentro da média (tendo por base uma estadia de 2 dias no Luxemburgo):

Nota: Se usares os links acima para fazer as reservas do teu alojamento, estás-nos a dar uma ajuda preciosa sem pagar mais por isso 🙂

Onde comer no Luxemburgo– Restaurantes baratos

Uma vez mais, e a par do alojamento, o elevado custo de vida na Cidade do Luxemburgo acaba invariavelmente por se reflectir nos seus restaurantes. De acordo com o Numbeo, um restaurante que te cobre 18€ por uma refeição é considerado um sítio em conta. Já se subirmos a fasquia para um restaurante intermédio, com entrada, prato e sobremesa, cada pessoa pagará em média quase 36€.

Como somos bonzinhos e já te estamos a imaginar a chorar em frente ao ecrã, juntamos a este guia de viagem do Luxemburgo uma compilação de restaurantes que se enquadram no conceito de “barato” luxemburguês:

Guia de viagem do Luxemburgo – Transporte entre o aeroporto e o centro da capital

Ir do aeroporto até ao centro da Cidade do Luxemburgo não podia ser mais simples!

Para chegares ao centro da cidade podes apanhar os autocarros 16 ou 29, disponíveis logo à saída do terminal de chegadas. Este autocarro é gratuito e opera entre as 04h45 e as 23h50, com saídas entre 10 a 15 minutos, dependendo do dia da semana.

Por outro lado, se chegares fora desse intervalo horário, podes sempre recorrer ao serviço oficial Door2Gate da companhia Flibco. Este serviço de shuttle (partilhado ou privativo) irá recolher-te no aeroporto e deixar-te num endereço à tua escolha. A título de exemplo, e para uma viagem entre o aeroporto e a minha estação de comboios, o valor é de quase 16€ por pessoa.

Transportes públicos no Luxemburgo – Como utilizar

Em Março de 2020, o Luxemburgo saltou para as bocas do mundo após se tornar o primeiro país no mundo com um serviço universalmente gratuito de transportes públicos. Isto significa que, mesmo enquanto visitante, podes utilizar toda a rede de transportes públicos do país sem gastar 1 único Euro!

Isto inclui todas as viagens locais em quaisquer autocarros, eléctricos e comboios. Naturalmente, os transportes deixam de ser gratuitos se se tratarem de travessias internacionais (com origem/destino em algum dos países vizinhos) ou se pretenderes viajar em primeira classe nos comboios.

Para saberes como chegar a qualquer parte do território luxemburguês, poderás utilizar a ferramenta / app de planeamento da Mobiliteit.lu, a entidade responsável pela gestão dos transportes terrestres do país. Basta colocares o ponto de partida e o destino pretendido – quer fique dentro da capital ou não – e a plataforma irá indicar-te imediatamente qual o transporte público que deves apanhar, onde, a duração da viagem e quais os transbordos necessários.

Roteiro de 2 dias no Luxemburgo – Itinerário para 48 horas

Apesar de ser um país pequeno, a verdade é que há muito para ver e visitar no Grão-Ducado. Assim, se estás a pensar passar um fim-de-semana no país, preparámos um roteiro de 2 dias no nosso guia de viagem do Luxemburgo.

Neste itinerário, dedicamos um dia apenas à capital, onde se concentram as atracções mais conhecidas da nação. Contudo, e para o segundo dia de actividades, recomendamos que saias e explores parte do país.

Quando terminares, verás que ter tido mais 1 ou 2 dias extra até nem teria sido má ideia!

Guia de viagem do Luxemburgo: Dia 1 – A Capital

Acabadinho/a de chegar ao Luxemburgo, a nossa recomendação é que comeces por ter uma perspectiva inicial do que a cidade tem para te oferecer. Para isso, nada melhor do que uma panorâmica! Terminado em 2016, o Elevador Panorâmico de Pfaffenthal, faz parte de uma rede pública de “transportes” que conecta o quarteirão de Pfaffenthal, situado mais abaixo, com a Cidade Velha, no topo do plateau, e é um dos sítios com as melhores vistas em toda a Cidade do Luxemburgo.

De seguida, arrepia caminho até ao Chemin de la Corniche, um caminho junto aos penhascos que circundam o centro onde foram erigidos jardins e outros monumentos, onde podes desfrutar de vistas sobre o quarteirão do The Grund, situado na parte baixa da cidade.

Finalmente, irás entrar na Cidade Velha do Luxemburgo (Ville-Haute), um distrito que costumava ser protegido por uma das muralhas mais impenetráveis do mundo, até ao seu desmantelamento em 1867. No entanto, e emboras as fortificações já lá não estejam, o seu interior foi totalmente conservado, sendo a zona mais bela e clássica da capital luxemburguesa. Aqui, e até para conheceres um pouco mais sobre o país, recomendamos que comeces por visitar o Museu Nacional de História e Arte (gratuito), antes de uma passagem pelo Palácio do Grão-Ducal (15€), residência oficial do Grão-Duque do Luxemburgo (o rei lá do sítio).

De resto, e ao passeares pela Ville-Haute, deverás passar na Place d’Armes e na Place Guillaume II, visitar a Catedral de Notre Dame e atravessar a Ponte Adolphe. Entre estas últimas, sugerimos também uma visita às Casemates de Pétrusse (15€), um conjunto de passagens subterrâneas directamente escavadas nos penhascos, onde as forças defensivas luxemburguesas se costumavam esconder durante as invasões.

Resumo do 1º dia:

  • Elevador Panorâmico de Pfaffenthal
  • Chemin de la Corniche
  • Museu Nacional de História e Arte
  • Palácio do Grão-Ducado do Luxemburgo
  • Place d’Armes
  • Place Guillaume II
  • Catedral de Notre Dame
  • Casemates de Pétrusse
  • Ponte Adolphe

Guia de viagem do Luxemburgo: Dia 2 – Os castelos do Luxemburgo

Através da utilização do portal Mobiliteit.lu de que falámos acima, vais poder utilizar gratuitamente toda a rede de transportes públicos luxemburguesa e planear o teu dia fora da capital. Ao todo, irás percorrer cerca de 150 km, e explorar pelo menos 4 locais diferentes.

Deverás começar a tua manhã bem cedo e visitar a cidade vizinha de Larochette, uma vilazinha adorável repleta de edifícios clássicos e igrejas antigas e que alberga as ruínas do imponente Chateau de Larochette. De seguida, voltarás à estrada com destino ao Castelo de Beaufort, situado nas imediações da vila com o mesmo nome. Embora esteja também em ruínas, é ainda assim um edifício impressionante!

A tua paragem de almoço deverá já ser feita na comuna de Echternach, bem junto à fronteira com a Alemanha. Considerada a mais antiga do país, tem aquela aura de cidadezinha de conto-de-fadas, com as fachadas coloridas, as pracetas medievais, as ruas em calçada e os restos uma muralha a acompanhar. Aqui, não poderás mesmo perder a Abadia de Echternach, um complexo arquitectónico e religioso incrível onde se situa a igreja mais antiga do país.

Já no período da tarde, partirás rumo à última paragem do dia, antes de regressares à Cidade do Luxemburgo: o Castelo de Vianden (10€). Tido como o mais famoso e impressionante de todos os castelos luxemburgueses (e ficaram muitos por mencionar neste guia), é uma paragem obrigatória em qualquer périplo pelo pequeno país.

Resumo do 2º dia:

  • Larochette
  • Castelo de Beaufort
  • Echternach
  • Castelo de Vianden

Se não te sentires confortável a organizar todas as travessias por ti próprio/a, podes sempre recorrer aos serviços de um tour privado. Este tour, por exemplo, inclui quase todas as paragens mencionadas neste dia, à excepção de Larochette, sendo por isso uma alternativa perfeitamente viável ao segundo dia do nosso guia de viagem do Luxemburgo.

Seguro de Viagem

Para contratar o teu seguro de viagem, aconselhamos a IATI, com uma excelente gama de seguros, incluíndo aquela que é, provavelmente, a melhor cobertura do mercado. 

Se reservares connosco, através deste link, tens 5% de desconto no teu seguro e, ao mesmo tempo, dás-nos uma ajuda preciosa 🙂

Consulta do Viajante

Aconselhamos a marcar a tua consulta na Consulta do Viajante Online. Insere o código flamingo para teres 5% de desconto em consultas para 2 ou mais pessoas.

Tours & Atividades

Reserva já os teus tours ou atividades no Viator, do grupo Tripadvisor! E ao fazê-lo estás-nos a dar uma grande ajuda 🙂

Queres receber notificações acerca de novas ofertas?

Regista-te e decide a frequência de envio. Não vamos enviar spam!

Sugestões de viagem